Quando disse que a oposição de Gravatá não caminharia unida nas eleições de 2020, fui criticado por alguns líderes que afirmaram que quem apostasse na divisão da oposição quebraria a cara.
Ao que tudo indica quem se quebrou foi a oposição. Antes já tinha dito que o PSB tinha dois grupos: o do deputado Waldemar Borges e o de Darita e mostrei isso com uma foto emblemática onde uma vala dividia os dois lados do PSB. Como o pau só quebra do lado mais fraco, Darita teve que sair do PSB onde denunciou quebra de acordo.
Darita decidiu ir para o PR ou para um partido do clã dos ferreira para disputar as eleições de 2020 como candidato a prefeito. Assim temos como candidatos da oposição, Darita pelo PR, Waldemar Borges ou João Paulo pelo PSB e talvez Hilton Pimentel por um outro partido, Além de Eduardo Cassapa ou Rafael Prequé pelo PT.

Portanto só ai já temos quatro nomes com posdibilidade de disputar o cargo de prefeito em 2020. Não acredito na candidatura de Marcelo Moto porque ele é do PSB  e lá só tem lugar para Wal ou João Paulo.
Mais uma vez a Bola de Cristal do Tomaz funcionou….