17 de abril de 2019 às 10:07h

Na Semana Santa voltamos a idade média e a santa inquisição ressuscita

O Sol é o melhor detergente disse Louis Brandeis  advogado americano, para ilustrar que tudo sob a luz é melhor. Mas ao que parece alguns ministros do STF pensam de forma diferente. Dessa forma a liberdade de imprensa só se enfraquece quando não é utilizada como bem lembrou os editores da Cruso é que foi censurada pelo ministro Alexandre de Moraes e decidiram recorrer contra a medida. O que chama a atenção não é o fato da matéria feita pela revista denunciar o presidente do STF, ministro Dias Tófoli, e sim existir abertura de inquérito por um órgão que investiga e julga.

Como estamos na Semana Santa essa atitude nos lembra a idade média, a santa inquisição, sem direito de defesa, ou seja estamos de volta ao período do obscurantismo, das trevas e precisamos do sol de Brandeis para purificar o ambiente político brasileiro que perspassa pelo executivo, legislativo e judiciário cuja teoria de Montesquie sugere que foram criados para que cada um tivesse a sua função e assim não deixar que um usurpasse o poder do outro  e o que assistimos foi um desrespeito do ministro do STF ao MP e a PGR, segundo especialistas, passando por cima da Constituição.

Assim regressamos no túnel do tempo político para a idade média, para o período da “Santa” Inquisição pelas mãos dos ministros Alexandre de Moraes e Dias Tófoli. Até mesmo outros ministro do tribunal foram contra a ação a que chamaram de retrocesso como o ministro Marco Aurélio.

Por isso, precisamos lutar para preservar a liberdade de imprensa, nós jornalistas temos a obrigação de nos unirmos para garantir o livre direito à informação, principalmente quando a matéria obedece aos critérios mais imprescindíveis do bom jornalismo.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.