Meus amigos, a nossa cidade está completamente lotada de moradores do Recife que têm segunda casa em nosso município e as nossas ruas parecem que estão na normalidade. O centro da cidade então está tão cheio quanto os dias normais: a lotérica, a feira livre, a Caixa Econômica, o Banco do Brasil, Armazéns de construção, farmácias, algumas lojas de petshop, supermercados, outras lojas como a americanas, e muito mais, tudo normal.
Além disso, vemos pessoas fazendo caminhadas, passeando, aglomerações em esquinas, praças, ruas, enfim não estamos seguindo as regras do isolamento social e muitos procuram apenas uma desculpa para estarem nas ruas.
O secretário de saúde do estado disse ontem que entramos na fase da aceleração descontrolada do coronavírus, isso significa que a partir de agora os números podem subir ainda mais.
Portanto, faço um apelo às nossas autoridades para que sejam mais rígidos com as determinações pré-estabelecidas, exijam que as pessoas obedeçam às normas de resguardo e controlem o que de fato sejam atividades essenciais.
É preciso que se determine o que se pode fazer nas ruas e o que não se pode, não podemos assistir o ir e vir das pessoas como se fôssemos uma ilha e estivéssemos isolados do mundo.
Esse é o meu primeiro texto sobre essa pandemia, optei por falar de coisas boas nesse período, mas diante do quadro de irresponsabilidade generalizada da população e das autoridades de uma maneira geral, como jornalista – e mesmo atuando numa área diferente da de informação – não posso deixar de registrar o descaso com um acontecimento tão grave.
Vamos ficar em casa, vamos nos proteger e proteger a quem amamos.
Só nos resta orar ara que nosso Deus possa nos livrar de todo mal.

Tenham um dia abençoado na presença do Senhor e DENTRO DE CASA! FIQUEM EM CASA!