1 de julho de 2019 às 20:55h

Gravatá se prepara para a décima primeira edição do Virtuosi

Maestro Rafael Garcia dirige o evento

A Cadela Bolinha deveria ser homenageada na XI edição do Virtuosi.

Depois de uma década de sucesso a cidade de Gravatá se prepara para a décima primeira edição do Festival Virtusoi de Música Clássica e Erudita que vai aocntecer no período de 13 a 21 de julho na Igreja Matriz de Santana.

Para essa edição teremos a realização de Master Classes conduzidas pelos violinistas Elisa Fukuda e Yerko Tabilo, violista Rafael Altino, violoncelista Leonardo Altino e a contrabaixista Tais Gomes. As aulas terão uma taxa de R$ 250, cujas inscrições podem ser feitas pela internet.

 

Todos os anos o Virtuosi Festival transforma Gravatá numa cidade musical!

Como sugestão a prefeitura deveria aproveitar o momento para transformar julho no mês da música e promover outros eventos musicais no parque da Cidade, no Alto do Cruzeiro, no centro histórico e em outros pontos com ritmos variados e com artistas locais, seria uma oportunidade para transformar a cidade numa vitrine musical dando visibilidade ao talento dos músicos gravataenses.

Na última edição do Virtuosi durante a apresentação da peça “O Piano de Ravel” uma cena chamou a atenção de todos: a vira lata BOLINHA entrou no palco e conseguiu despertar a atenção e provocou muitas risadas da platéia tanto o solista Rafael Garcia como o pianista Victor Assunción que foram surpreendidos pelo animal, que robou a cena.

O aspecto triste da história é que logo depois dessa apresentação magistral de Bolinha ela morreu.

E para os escultores uma proposta de fazer uma estátua de Bolinha para colocar na Praça da Matriz eternizando assim aquela cadelinha que spo fazia brincar e alegrar a todos. A Igreja poderia lançar essa campanha de construção dessa estátua em tamanho natural.

 

 

 

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.