Parque Urbano Janela Para o Rio

Ontem a cidade de Gravatá no agreste de Pernambuco recebeu do governo do estado em parceria com a prefeitura do município mais um parque urbano com o objetivo de oferecer à população mais um espaço voltado para o seu bem estar e seu lazer.

Com pista de cooper, playground para as crianças, espaços de convivência  para conversas, locais para descanso e outras atividades lúdicas o Parque atende a uma reivindicação antiga da comunidade.

O Parque Janelas Para o Rio foi construído na área do antigo matadouro, no bairro do Jucá, numa área de aproximadamente dez mil metros quadrados e segundo dados oficiais custou algo em torno de R$ 2.300 mi, verbas oriundas do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

O prédio antigo, cuja construção data do século XIX foi preservado, ganhou intervenções como  área coberta destinada a educação ambiental e blocos de preservação ecológica, contando ainda com grades de proteção, além da segurança através da Guarda Municipal.

O novo espaço vai contribuir também com a valorização dos imóveis no entorno do Parque, auxiliando dessa maneira o desenvolvimento do mercado imobiliário local, ampliando a área de ofertas comerciais e residenciais e aumentando o valor do m2 na região.

O que a municipalidade (povo e prefeitura) não pode esquecer é manter o equipamento, porque infelizmente já se disse que no Brasil é fácil construir e difícil é manter. Por isso, um programa de conscientização para que os munícipes entendam que o que é público também lhe pertence e que ele também se torne responsável pela preservação torna-se urgente.

Assim o novo parque poderia trazer no seu bojo esse objetivo de estender à população a decisão de ajudar a manter e o espaço destinado a educação poderia ser o local para esse tipo de ação.