Iniciou nesta quinta-feira (08), a Expo-feira de Arte, um evento realizado pela Academia de Letras e Artes de Gravatá, sob o apoio da prefeitura, que tem a finalidade de valorizar e apresentar os trabalhos dos artesãos gravataenses. A exposição acontece no Centro Desportivo de Gravatá (CDG) e segue até o sábado (10), das 9h às 21h, todos os dias.

A abertura do evento ficou responsável por um grupo de dança formado pelos estudantes da ODIP (Obra de Defesa da Infância Pobre), que apresentaram um teatro e danças sobre a cidade de Gravatá. A Academia de Letras e Artes de Gravatá também reservou um momento especial para homenagear o artesão Luiz Teixeira. Sua viúva, Maria da Paz Teixeira, ficou responsável pelas considerações emocionantes.

“Essa é uma grande oportunidade para os artistas de Gravatá. Nossa cidade é um verdadeiro celeiro de talentos. Então, decidimos colaborar com a promoção desse evento, que faz com que um maior número de pessoas possa conhecer esses trabalhos. Nós da academia de letras estamos felizes por estarmos aqui contemplando toda essa beleza”, comentou Tereza Carvalho, acadêmica e uma das fundadoras da Academia de Letras e Artes de Gravatá.

No espaço, cerca de 40 artesãos estão expondo suas peças, que também estão disponíveis para venda.

“Fiquei sabendo dessa feira na Estação do Artesão e fiz minha inscrição. É bom poder ver a harmonia que existe entre os artesãos daqui. O importante é que nós possamos vender nossa arte com amor, não só pensando no dinheiro. Isso é o mais importante. É assim que o caminho começa. Trabalho com artesanato há 22 anos e me orgulho muito disso”, registrou o artesão Adriano Albuquerque.

Além das peças, a feira também expõe gêneros alimentícios artesanais. Severino João, um dos produtores presentes, falou sobre o diferencial dos seus produtos, que são feitas à base da jabuticada.

“90% dos meus produtos derivam da uva brasileira, a famosa jabuticaba. Vendo licor de jabuticaba, panetone, geleia, vinagre, entre outros. Para nós, que somos artesãos, é um privilégio estarmos aqui. Só temos a agradecer a todos da Academia de Letras e Artes de Gravatá. Esse trabalho depende de muita coisa, sempre enfrentamos dificuldades, mas também sempre ganhamos com o nosso esforço e dedicação”.

Os artesãos participantes fizeram a inscrição para Expo-feira durante o mês de julho, na Estação do Artesão.

Fonte: Prefeitura de Gravatá