Até 1958 somente homens podiam trabalhar no mercado imobiliário! Esse quadro mudou com a implantação de novos modelos como a criação do BNH que deu mais visibilidade ao problema da moradia, com o surgimento das vilas de Cohab e suas respectivas associações de moradores que contavam com uma forte participação feminina nas implantações dessas vilas pelo Brasil afora e também com o aparecimento das cooperativas imobiliárias que também contribuíram  para a inclusão das mulheres no mercado.

Segundo o Cofeci – Conselho Federal dos Corretores de Imóveis a participação feminina cresceu mais de 140% ao longo dos últimos 10 anos e hoje já chega perto de 40% o número de mulheres com registro profissional e seguindo essa tendência é provável que em cinco anos esse número passe de 50%.

Para debater essa participação foi criado em 2016 o Encontro Global da Mulher Corretora e esse ano 2019, acontece a 4ª edição que vai trazer temas da atualidade como por exemplo o fim da tabela de honorários e também a invasão de startups e empresas imobiliárias com creci jurídico que estão dispensando a presença do corretor de imóveis nas transações imobiliárias que são temas recorrentes e que estão na pauta de todos os Crecis e de todos os corretores do Brasil.

O presidente do Cofeci João Teodoro a quem já tive a oportunidade de entrevistar em várias ocasiões e que se dedica a defender a categoria em todas as instâncias convida corretoras e corretores a participarem desse evento a fim de enriquecerem seus currículos assista ao video: