18 de julho de 2019 às 20:33h

Sala de Exposição no Shopping Caruaru mostra A Arte de Todas as Cores

Hoje visitei a exposição A Arte das Cores com diversos artistas, na sala de exposições do Caruaru Shopping que começou dia 7 e vai até o dia 28. Depois uma passada nas ofertas literárias e por fim um cafezinho orgânico. Um horário de almoço extremamente proveitoso e satisfatório. Vale a pena conferir. www.rota232.com.br.

16 de julho de 2019 às 20:17h

Promoção imperdível para o curso de corretor

Restam apenas seis (6) vagas e vai só até o dia 31 a promoção de férias do grupo Interface – Capacita. Faça agora a sua matrícula e ganhe grátis o ebook: corretor TOP 10 e ganhe descontos incríveis.

Você vai pagar apenas R$ 800,00 reais a vista, ou em 10 vezes no cartão e ainda R$ 1.200 em até 6 (seis) vezes no cheque ou promissória. Não perca essa oportunidade de em apenas 8 (oito) meses, ou no máximo em 10 sr um corretor profissional, recebendo seu diploma, tirando sua carteira do Creci e atuando como um corretor habilitado. Além disso, com apenas 30 dias de curso você já começa a estagiar para aprender todos os segredos da profissão para se tornar em pouco tempo um corretor TOP 10.

Faça agora a sua matrícula e garanta o passaporte para o seu futuro. Acesse: www.capacitacursos.com.br/perguntaqui ou passe um zap para 81 999892523

12 de julho de 2019 às 19:09h

Curso de Corretor de Imóveis em Caruaru

Venha ser um corretor de sucesso

Começa amanhã a nova turma do curso de corretor de imóveis – Técnico de Transações Imobiliárias – TTI, do grupoo Interface/Capacita na cidade de Caruaru.

A aula será de Marketing Imobiliário com o jornalista, corretor, perito avaliador e professor Tomaz de Aquino, mostrando a importância das estratágeias de marketing no mercado imobiliário e como devem ser usadas as ferramentas digitais para se conquistar clientes, produtos e fazer bons negócios.

Se você quer ser corretor de imóveis faça agora a sua inscrição no site www.capacitacursos.com.br/perguntaqui ou passe um zap para 81 999892523 e em apenas 08 (oito) meses ou no máximo 10, você realiza seu curso, recebe seu diploma, tira a sua carteira do creci e passa a ser um profissional habilitado para atuar no mercado de imóveis.

 

10 de julho de 2019 às 15:19h

CONSELHO ESTADUAL DE PRESERVAÇÃO CULTURAL ELEGE NOVOS PATRIMÔNIOS VIVOS DE PERNAMBUCO

Numa reunião ordinária, nesta quarta-feira (10), o Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural elegeu os seis novos Patrimônios Vivos de Pernambuco – 2019. São eles: Mestre Saúba (Brinquedos populares e mamulengos, de Jaboatão dos Guararapes); Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira (Nazaré da Mata); Mestre Aprígio (artesão do couro, de Ouricuri); Mestre Nado (artesão de instrumentos musicais feitos de barro, de Olinda); Assis Calixto (mestre de coco, de Arcoverde); e Tribo Indígena Carijós do Recife (Caboclinho, do Recife).

Os saberes de cada mestre, a contribuição para a formação cultural dentro do seu território, o tempo de existência, histórico e questões como a regionalização foram citadas pelos conselheiros, nos seis votos que deram, cada um, aos candidatos inscritos no Concurso deste ano.

Este foi o  14º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco – RPV-PE, uma realização do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). O objetivo do prêmio é reconhecer, estimular e proteger iniciativas que contribuem para o desenvolvimento sociocultural e profissional dos mestres e das mestras e grupos de notório saber, “almejando a transmissão de seus conhecimentos e de suas técnicas para alunos (as) ou aprendizes, através de programas de ensino e aprendizagem apoiados ou executados diretamente pela Secult-PE e Fundarpe”.

Os vencedores passam a receber bolsa vitalícia de R$ 1.600 (um mil e seiscentos reais), no caso de pessoa física, e R$ 3.200 (três mil e duzentos reais) no caso de grupos, pessoas jurídicas.

“Com esses novos seis patrimônios, passamos a contar com 63 patrimônios vivos no estado. É sempre uma alegria reconhecer novos mestres e grupos que tanto contribuem para nossa cultura e, a partir do prêmio, passam a ser protegidos dentro do que executam, como também a ter o compromisso com a transmissão de seus saberes. Nas diversas ações que promovemos, os Patrimônios Vivos são uma presença constante, quase obrigatória, levando não apenas seu folguedo, mas também interagindo com novos públicos e ministrando aulas, participando de rodas de diálogo, dinamizando como nunca antes puderam fazer, a produção da sua arte”, avalia o presidente da Fundarpe Marcelo Canuto.

Confira breve perfil dos novos Patrimônios Vivos de Pernambuco

José Antônio da Silva – Mestre Saúba

Local: Jaboatão dos Guararapes (Região Metropolitana do Recife)

Brinquedos Populares e Teatro de Bonecos

Mestre Sáuba tem uma longa vivência no fazer e criar brinquedos populares. Iniciou suas

atividades aos 20 anos de idade, quando conheceu a cigana e artesã Maria do Socorro. A produção de brinquedos artesanais é uma prática na família do mestre: participam também seu irmão mais novo, filho e neta de sete anos. Todos participam do ofício do fazer borboletas, ratinhos, carrinhos, rói-rói e manés gostoso confeccionados com movimento e feitos em madeira de imbaúba.

Sociedade Maracatu de Baque Solto Cambinda Brasileira

Local: Nazaré da Mata (Mata Norte)

Maracatu de Baque Solto

A história do Cambinda Brasileira começou no Engenho Cumbe. A dona da propriedade,

conhecida como Dona Rosinha, permitia que os trabalhadores “brincassem maracatu” no domingo de folga. Gostava de ver e pedia que eles se apresentassem na Casa Grande. Em 1918, Nazaré passou por um ano de crise. Sem ter o que comer, a alternativa era pescar. As tarrafas vinham cheias de cambinda e o peixe acabou dando nome ao maracatu. Primeiro se chamou Cambinda Nova e depois Cambinda Amorosa até Dona Rosinha sugerir homenagear o País, mudando para Cambinda Brasileira.“O primeiro dono do maracatu foi o trabalhador do engenho Severino Lotero. Depois ele não quis mais e passou para João Fulosino e em seguida para João Lauro até meu pai, João Padre, e minha mãe, Dona Joaninha, tomarem conta (em 1945). Quando morreu, ele deixou o maracatu pra mim e meus irmãos João e Antônio e disse que Zé de Carro seria o presidente e mestre caboclo e Dona Biu, a madrinha”, conta José Estevão da Silva (Zé Padre), lembrando do pedido do pai debaixo do pé de jaca. “Falar da história de Cambinda é falar da história do baque solto. É um maracatu de tradição, de peso, respeitado”, diz.

José Aprigio Lopes – Mestre Aprigio

Local: Ouricuri (Sertão do Araripe)

Artesanato em Couro

Nascido em Exu, terra de Luiz Gonzaga, no dia 25 de maio de 1941, José Aprígio Lopes, continua em plena atividade de artesão, no município de Ouricuri. Ele confecciona peças em couro e, sem nenhuma pretensão ou arrogância, conta que conhece bem o repertório de Luiz Gonzaga. Ele confeccionou a partir de 1955 os chapéus de couro usados por Luiz Gonzaga. “Meus chapéus serviram de coroa para os dois grandes reis que conheci, Luiz Gonzaga e Dominguinhos”, diz o Mestre Aprígio.

Aguinaldo da Silva – Mestre Nado

Local: Olinda (Região Metropolitana do Recife)

Produção de Instrumentos Musicais de Barro

Mestre Nado foi criado em meio ao universo do barro e deste se fez homem. A brincadeira com argila é desde a infância. Aos 10 anos passou a trabalhar como ajudante em uma olaria de quartinhas onde ficou até aos 17 anos. Esse é o local que lhe rende toda qualificação e experiência mas é em Tracunhahém que o mestre revela toda a força de sua cerâmica figurativa. Já morando em Caixa Dágua, periferia de Olinda, Mestre Nado passa a manter o Centro Cultural Som do Barro, local dedicado à construção de instrumentos musicais a partir do barro.

Francisco de Assis Calixto Montenegro – Assis Calixto

Local: Arcoverde – Sertão do Moxotó

Artesanato e Coco de Roda

Mestre Assis Calixto é natural de Sertânia, e reside em Arcoverde há 67 anos. O mestre é reconhecido no estado por suas composições e aglutina em seu currículo turnês nacionais e internacionais difundindo o samba de coco, dentro do grupo Coco Raízes de Arcoverde. As composições do mestre Assis Calixto retratam a vida do sertanejo, elementos da natureza e dos animais. O mestre também confecciona as tamancas de madeira utilizadas para dançar o coco, bastante difundidas pelos integrantes do coco Raízes, em suas apresentações.

Tribo Indígena Carijós – Tribo Carijós do Recife

Local: Recife – Região Metropolitana do Recife

Caboclinhos

A Tribo Indígena Carijós do Recife ou Caboclinho Carijós do Recife é a tribo mais antiga de

Pernambuco, com 122 anos de história dedicada a expressão cultural bem imaterial do Brasil. Ao longo do ano, a Tribo promove oficinas de fantasias, adereços, instrumentos musicais, ritmo e dança, além de rodas de diálogos sobre a cultura indígena e história do caboclinho como processo de transmissão dos saberes e fazeres ligados a esta manifestação cultural.

10 de julho de 2019 às 10:26h

Uma poesia improvisada

Morre Paulo Henrique Amorim

Mas não morreu de morte matada

Mesmo assim chegou seu fim

Na sua caminhada por essa estrada

Iniciando o seu percurso sem fim

A caminho de sua nova morada

 

Não sei se em Deus acreditava

Ou se era ateu e não cria em nada

Sei que a conversa agora é outra

Que não tem mais conversa afiada

A faca cegou, não corta mais nada

Nem conversa fiada

 

Para onde ele vai agora

Não tem esquerda nem direita

Não dá pra escolher o ladrão

Só Jesus fez a escolha perfeita

Sei que vai encontrar a salvação

Porque Jesus ninguém rejeita

 

Por Tomaz de Aquino, Uma poesia em homenagem ao jornalista Paulo Henrique Amorim

 

 

10 de julho de 2019 às 08:29h

Palmares ganha mais um livro de mais uma Palmarense

Vanessa segurando seu filho mais novo no colo….

A escritora Vanessa Ferreira lança hoje as 19 horas na secretaria de Educação de Palmares o seu livro Poemas no Café, uma publicação da editora Rascunhos.

“Admirar a poesia é algo tão mágico que o momento se torna eterno – como se estivéssemos em uma linha atemporal – é assim que sempre me sinto quando estou no CAFÉ COM POESIAS na casa dos Durán’s.

É sempre um momento único e na tarde de ontem tive mais uma vez a honra de prestigiar esse momento. As vésperas do lançamento do meu livro, cujo título não poderia ser diferente, fizemos um grande apanhado poético em recitações, café e iguarias deliciosas a cada verso.

Só tenho a agradecer a esse grandioso casal que muito me encanta e abastece todos os nossos sentidos poéticos com esses momentos. Rumo às 19 horas desta quarta-feira (dia 10 de julho), no prédio da Secretaria de Educação de Palmares próximo a Praça Ismael Gouveia – no Centro da Cidade – sigamos felizes e harmoniosos. Todos convidados para um momento ímpar. Quero acordar todos os dias em um café poético”.

Café na Casa dos Duran`s

——-
Lançamento
DATA: 10/07/2019
HORA INICIAL: 19h
LOCAL: Salão Nobre da Secretaria de Educação de Palmares-PE
Praça Ismael Gouveia, nº 270 – Centro – Palmares-PE.

3 de julho de 2019 às 21:10h

Artesãos de Gravatá na Fenearte

Rose é mais uma artista de Gravatá que vai está expondo seus trabalhos na 20ª edição da Fenearte.

á começou a Fenearte e nos estamos por aqui até o dia 14 de julho, Rua 18 – stand 447
Obs.: Estaremos um pouco ausente das redes sociais devido a correria de feira mas a partir do dia 13 de estaremos atendendo normalmente.

 

3 de julho de 2019 às 14:37h

Artesãos de Gravatá levam produtos da cidade para a Fenearte

A partir desta quarta-feira (03), os artesãos de Gravatá irão participar da 20ª edição da Fenearte, considerada a maior feira da América Latina. Reunindo os mais diversos tipos de arte e artesanato.

Este ano, a feira segue até o 14 de julho, no Centro de Convenções de Pernambuco.

Gravatá será representada através de cerca de 20 artesãos que foram escolhidos a partir de curadoria especial composta por equipe de quatro instituições com profissionais da área artística. A escolha foi realizada na sede da Secretaria de Turismo, no dia 31 de maio deste ano, a partir da apresentação de trabalhos.

A Prefeitura de Gravatá apoia e incentiva o artesanato local e, no ano de 2019, estará disponibilizando transporte e estande na feira para os participantes que terão uma grande oportunidade de divulgação e comercialização de seus trabalhos.

Com artesanato nos mais diversos materiais, os produtos exibidos no estande vão desde a utilitários, como brinquedos educativos, à decoração e adereços em geral. A bonequinha da sorte, tradicionalmente gravataense, também estará presente dentre os produtos ofertados.

Texto: assessoria de imprensa da prefeitura de Gravatá

 

3 de julho de 2019 às 07:21h

Vereadores disputarão a primeira eleição sem coligação proporcional

A partir dessa eleição acaba a coligação proporcional, ou seja, só vai haver coligação na majoritária. Isso significa que serão eleitos os vereadores mais votados. Diferente das outras eleições inde muitas vezes um vereador com uma excelente votação ficava de fora e outro com muito menos votos era levado a condição de vereador em função da coligação de vários partidos na qual ele estava e onde os votos de todos da coligação eram somados e a partir dai se sabia quantos candidatos daquela união assumiriam o mandato em função do quociente eleitoral.

O quociente eleitoral é a divisão da quantidade de votos obtidos pelos candidatos pela quantidade de vagas da câmara e depois se definia os que dentro da coligação tiveram mais votos.

Agora não, agora só vai ser eleito os vereadores mais votados, ou seja quem tem voto vai ser vereador, quem não tem já era..

1 de julho de 2019 às 20:55h

Gravatá se prepara para a décima primeira edição do Virtuosi

Maestro Rafael Garcia dirige o evento

A Cadela Bolinha deveria ser homenageada na XI edição do Virtuosi.

Depois de uma década de sucesso a cidade de Gravatá se prepara para a décima primeira edição do Festival Virtusoi de Música Clássica e Erudita que vai aocntecer no período de 13 a 21 de julho na Igreja Matriz de Santana.

Para essa edição teremos a realização de Master Classes conduzidas pelos violinistas Elisa Fukuda e Yerko Tabilo, violista Rafael Altino, violoncelista Leonardo Altino e a contrabaixista Tais Gomes. As aulas terão uma taxa de R$ 250, cujas inscrições podem ser feitas pela internet.

 

Todos os anos o Virtuosi Festival transforma Gravatá numa cidade musical!

Como sugestão a prefeitura deveria aproveitar o momento para transformar julho no mês da música e promover outros eventos musicais no parque da Cidade, no Alto do Cruzeiro, no centro histórico e em outros pontos com ritmos variados e com artistas locais, seria uma oportunidade para transformar a cidade numa vitrine musical dando visibilidade ao talento dos músicos gravataenses.

Na última edição do Virtuosi durante a apresentação da peça “O Piano de Ravel” uma cena chamou a atenção de todos: a vira lata BOLINHA entrou no palco e conseguiu despertar a atenção e provocou muitas risadas da platéia tanto o solista Rafael Garcia como o pianista Victor Assunción que foram surpreendidos pelo animal, que robou a cena.

O aspecto triste da história é que logo depois dessa apresentação magistral de Bolinha ela morreu.

E para os escultores uma proposta de fazer uma estátua de Bolinha para colocar na Praça da Matriz eternizando assim aquela cadelinha que spo fazia brincar e alegrar a todos. A Igreja poderia lançar essa campanha de construção dessa estátua em tamanho natural.