quarta, 20 de outubro de 2021
PÁGINA OFICIAL DO JORNALISTA E ESCRITOR SEVERINO TOMAZ DE AQUINO
10 de outubro de 2021 às 06:15h

Feira Arte da Gente no Centro de Informações Turísticas

Neste sábado os artesãos e artistas de Gravatá ganharam um espaço para exporem seus produtos e assim terem mais uma opção de venda ampliando o leque de clientes.

O projeto implantado no Centro de Informações Turísticas que fica na via local próximo do Girador de entrada da cidade vai abrigar uma feirinha de artesanato todos os sábados das 15 às 20 horas, denominada “Feira Arte da Gente” como explica Thamiris Ferreira Diretora de Cultura da prefeitura de Gravatá:

Thamires Ferreira é diretora de Cultura de Gravatá e ela faz um convite especial. “A feira Arte da Gente vai funcionar todos os sábados, das 15h às 20h, e você está convidado para conhecer essa feira, onde tem toda valorização cultural dos artesãos de Gravatá. Esta é uma feira do Grupo Gravataense de Artesãos, que acontecerá no Centro de Informações Turísticas (CIT), e será muito importante receber a visita dos moradores e dos visitantes de nossa cidade”.

 

Além desse projeto o espaço também ficará a disposição de guias e condutores de turismo que assim contarão com um local para exercerem as suas atividades de recepção e captação de clientes, do mesmo modo estarão também utilizando o CIT grupos de empresas de aventura e turismo rural como a Radical Adventure e Rancho das Palmeiras que oferecem opções de lazer para os visitantes e nativos.

Por falar em nativos esse é um apelo forte do projeto que visa fazer com que os gravataenses conheçam Gravatá, visto que muita gente que nasceu e mora na cidade não conhece as belezas naturais, o patrimônio arquitetônico e o rico celeiro de artes dos artesãos e dos artistas locais.

Quero abrir aqui um parênteses para dar os devidos parabéns ao secretário de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer da prefeitura pela sua batalha diária para trazer projetos como “Alto com Vida” e ” Feira Arte da Gente”, utilizando a criatividade, em função da falta de recursos e assim dinamizando as possibilidades de gerar renda para o povo de Gravatá.

O vice-prefeito de Gravatá, Júnior Darita, destacou como a feira vai valorizar o CIT e o artesão da cidade. “Aqui é o Centro de Informações Turísticas (CIT), que foi reaberto no dia 15 de março, depois de meses fechado. Um espaço que estava abandonado e a gestão do prefeito Joselito Gomes reavivou. Com essa intenção inclusiva, nós vamos trazer a feirinha de artesanato e como também oferecemos espaço aos guias e condutores de turismo. A ideia é transformar esse local em um lugar de convergência de bons negócios e bons relacionamentos. Neste projeto, temos a participação da Secretaria de Assistência Social e Juventude, cuja secretária e primeira-dama, Viviane Facundes, é artesã e é parceira”.

A titulo de sugestão já que a feira é também para os gravataenses que ela se estendesse no domingo na Praça 10, a fim de que os moradores locais também participassem do evento que poderia ser acrescido de música com os artistas também da cidade e de informações turísticas, dessa forma atenderíamos aos visitantes e turistas e também aos nativos.

Matérias pra este blog mande pelo zap 81 9.99892523.

8 de outubro de 2021 às 08:03h

Inferno no Parque Janelas para o Rio

O Inferno de Dante e do ex-padre e prefeito Joselito Gomes

Na inauguração do Parque Janelas Para o Rio em Gravatá, o prefeito da cidade Joselito Gomes ao discursar profetizou que um seu adversário, falecido de covid 19, estaria no quinto dos infernos por tê-lo chamado de “padreco e pedófilo” durante a campanha política.

No livro “A Divina Comédia” primeiro da trilogia do escritor italiano Dante Aleghieri, escrito no início do século XIV, onde o segundo livro é o Purgatório e o terceiro volume o Paraíso, encontramos uma alegoria através do que é essencialmente o conceito medieval de Inferno, guiada pelo poeta romano Virgílio.

O poema o inferno é descrito com nove círculos de sofrimento localizados dentro da Terra.

Os nove círculos do inferno

Primeiro Círculo, o Limbo (virtuosos e pagãos)

Segundo Círculo, Vale dos Ventos (Luxúria)

Terceiro Círculo, Lago de Lama (Gula)

Quarto Círculo, Colunas de Rocha (ganância)

Quinto Círculo, Rio Estige (Ira)

Na entrada para este círculo está uma cachoeira de água e sangue borbulhante e fervente cuja água era mais escura que roxa. A água desce algumas praias e forma um lago que se chama Estige onde estão amontoados os acusados de Ira, que estão juntos batendo-se e torturando-se numa raiva sem fim. No fundo do Estige estão os rancorosos que nunca demonstraram sua ira; eles não podem subir à superfície e ficam na lama do fundo do rio, soltando as bolhas que se veem na superfície. Flégias, que incendiou o templo de Apolo por este ter violado sua filha, vêm fazendo com sua barca a travessia do rio Estige. Quando Dante e Virgílio fazem a travessia, Filipi Argenti um nobre florentino, se agarra ao barco e fala com Dante, sendo depois puxado para o pântano pelos seus companheiros. É descrito no final do Canto 7, continua no Canto 8 com a chegada de Flégias, sua descrição acaba na metade do canto 8.

Sexto Círculo, Cemitério de Fogo (Heresia)

Sétimo Círculo, Vale do Flegetonte (violência)

Oitavo círculo, o Malebolge (fraude)

Nono Círculo, lago Cocite (traição)

Então segundo o gestor Joselito Gomes o seu adversário estaria nesse rio Estige descrito acima, se debatendo com outros carregados de ira.

Na Bíblia o termo inferno não existe e está relacionado a abismo e profundezas para onde eram enviados os que morriam, sendo um local silencioso.

Já para nós ocidentais, a palavra inferno é de origem latina e significa “profundezas” e é o lugar onde o diabo domina e é castigado e para lá vão todos os que pecam para serem punidos pelos seus pecados, entre os quais a Ira e a vingança que são irmãs siamesas.

No livro de Tiago capítulo 3 há um tratado sobre a língua e o quanto ela é perigosa – vale a pena a leitura, e num dos trechos ele (Tiago) diz  que a língua é como uma faísca que coloca fogo numa floresta, ou num parque, e parece que foi isso que tivemos no parque um fogo do inferno do sexto círculo: A Cidade de Dite que serve de divisão entre os pecados cometidos sem intenção (culpa) e os pecados cometidos conscientemente (dolo).

Mas ainda bem que Gravatá não é Dite.

8 de outubro de 2021 às 06:19h

Gravatá entrega mais um parque urbano para a população

Parque Urbano Janela Para o Rio

Ontem a cidade de Gravatá no agreste de Pernambuco recebeu do governo do estado em parceria com a prefeitura do município mais um parque urbano com o objetivo de oferecer à população mais um espaço voltado para o seu bem estar e seu lazer.

Com pista de cooper, playground para as crianças, espaços de convivência  para conversas, locais para descanso e outras atividades lúdicas o Parque atende a uma reivindicação antiga da comunidade.

O Parque Janelas Para o Rio foi construído na área do antigo matadouro, no bairro do Jucá, numa área de aproximadamente dez mil metros quadrados e segundo dados oficiais custou algo em torno de R$ 2.300 mi, verbas oriundas do Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID.

O prédio antigo, cuja construção data do século XIX foi preservado, ganhou intervenções como  área coberta destinada a educação ambiental e blocos de preservação ecológica, contando ainda com grades de proteção, além da segurança através da Guarda Municipal.

O novo espaço vai contribuir também com a valorização dos imóveis no entorno do Parque, auxiliando dessa maneira o desenvolvimento do mercado imobiliário local, ampliando a área de ofertas comerciais e residenciais e aumentando o valor do m2 na região.

O que a municipalidade (povo e prefeitura) não pode esquecer é manter o equipamento, porque infelizmente já se disse que no Brasil é fácil construir e difícil é manter. Por isso, um programa de conscientização para que os munícipes entendam que o que é público também lhe pertence e que ele também se torne responsável pela preservação torna-se urgente.

Assim o novo parque poderia trazer no seu bojo esse objetivo de estender à população a decisão de ajudar a manter e o espaço destinado a educação poderia ser o local para esse tipo de ação.

 

 

5 de outubro de 2021 às 22:29h

Waldemar Borges faz reunião sobre evento cultural sem Darita

Aconteceu hoje na sede da Fundarpe uma reunião do deputado Waldemar Borges com o presidente da entidade Marcelo Canuto e com o repentista Daniel Olímpio para discussão do Festival de Violeiros de Gravatá.

Leia a nota da página do Deputado Waldemar Borges:

“Hoje (05.10) pela manhã tive uma audiência na Fundarpe com o presidente Marcelo Canuto para, junto com o poeta Daniel Olímpio, vermos a possibilidade de realizar, em Gravatá, o tradicional Festival de Violeiros. É um festival que já se realiza há muitos anos e que agora, nessa retomada das atividades, estamos tentando realizar. A Fundarpe ficou de estudar o assunto e ver como pode apoiar. Claro que os eventos têm que ser feitos ainda com os devidos cuidados, obedecendo todos os protocolos que o momento ainda exige. Em breve teremos mais notícias sobre esse assunto.”

Que venha o evento Gravatá precisa. E o Daniel Olímpio e um guerreiro, um batalhador e merece todo apoio.

O que fica no ar é a pergunta: Por que Darita não foi a reunião já que ele é o secretário de Turismo, Cultura, Esporte e Lazer? Como discutir a realização de um evento na cidade sem a presença do responsável pela pasta?

O nome disso em política é fritura! Ou seja, vários sinais de isolamento de Darita vêm sendo dados: o primeiro foi a ida do prefeito Joselito Gomes à Brasília para visitar o ministro do Turismo sem levar Darita na mala. Depois recebeu a visita de André Ferreira no seu gabiente, deputado que é ligado à Darita e também sem a presença de Darita. E agora o deputado Waldemar Borges discute eventos excluindo o secretário de Turismo de Gravatá.

Se isso não é isolamento, então não sei como definir…

 

5 de outubro de 2021 às 21:32h

Bate com Tomaz no programa A Hora da Verdade

Amanhã as 8 e 30h estarei concedendo entrevista ao programa a A Hora da Verdade do comunicador Gilvan Vieira. Estaremos debatendo a situação de Gravatá, a gestão do prefeito Joselito Gomes, a candidatura do ex-prefeito Joaquim Neto, a posição de darita e os projetos para a cidade.

O programa estará sendo transmitido ao vivo pelo youtube e também pela Rádio Popular Fm 104,5.

Convido você a assistir e interagir com o apresentador Gilvan Vieira.

1 de outubro de 2021 às 06:56h

Prefeitura cancela licitação de propaganda

A prefeitura de Gravatá atendeu ao pedido de impugnação do Sinapro – Sindicato das Agências de Propaganda que julgou irregulares alguns itens do Edital 001 / 2021 para contratação de agência de publicidade no valor de R$ 1.440.000,00.

Segundo Sinapro a prefeitura atrelou a contratação da empresa que prestaria os serviços de propaganda a um suposto Termo de Referência inexistente, ou seja, o Edital se referia a um documento não existente no processo e, portanto, prejudicial às empresas que não tivessem acesso a esse documento.

O Sinapro alega que a palavra “Termo de Referência” citado ao longo de todo processo deve ser substituído pela palavra Edital. Bem como orienta a colocar a legislação correta citando as Leis que realmente normatizam a contratação de empresa de publicidade.

Em função desses problemas constantes do Edital 001/2021 o Sinapro requer  da prefeitura:

I – Alterações no Brieffing – Anexo III – Proposta de preços e valoração; Anexo IV – Minuta do Contrato e Anexo V – Termo de Referência (Inexistente).

A prefeitura reconheceu o erro do Edital, informou que vai contratar especialistas para redigir um novo edital, veja a resposta final da prefeitura:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

30 de setembro de 2021 às 06:47h

Joaquim Neto será candidato a deputado estadual? 2ª Parte

Ontem a matéria que fiz sobre o ex-prefeito Joaquim Neto ser ou não candidato a deputado estadual teve muita repercussão na mídia, principalmente depois que Gilvan Vieira no seu programa “A Hora da Verdade” leu o texto que fiz.

Como falei ontem a regra mudou e não existe mais a coligação proporcional. isto é, aquela que um ou mais partidos pequeno, sem expressão como PCdoB, PSOL, PCB, REPUBLICANOS, etc. se uniam a uma grade legenda e assim formavam uma só chapa para governador, vice, senador e deputados federais e estaduais.

Os mais votados na eleição proporcional dessa coligação seriam eleitos federais ou estaduais. Esses pequenos partidos em geral têm um líder forte, já com mandato e se uniam a um partido forte como o MDB de Jarbas e Raul por exemplo e traziam centenas de candidatos sem nenhuma chance de vitória, apenas para que os votos desses fizessem com a coligação atingisse o coeficiente eleitoral e dessa forma o candidato mais forte, com mais recursos, com mais apoio seria eleito ou reeleito e os mais fracos serviriam apenas para fazer cauda na eleição.

Por falar em coeficiente nessa eleição de 2022 para deputado estadual deve ficar em torno de 90 mil votos; já para deputado federal vai girar perto de 150.000 votos. Por ai a gente percebe que só um outro candidato alcança esse patamar. Por isso que a coligação entre partidos era feita, porque assim se somavam os votos de todos os partidos de uma coligação e dessa maneira se elegiam vários candidatos.

Como os partidos pequenos não atingem essa marca serão obrigados a deixarem de existir e se fundirem com partidos maiores como foi o caso do DEM com o PSL que se transformaram num só partido, o maior da câmara federal e que vai ter Miguel Coelho como candidato a governador.

Assim nós teremos muitos partidos pequenos se juntando a outros para formarem uma legenda mais competitiva e com chance de eleger ou reeleger seus candidatos, como será o caso do solidariedade de Augusto Coutinho que está se juntando ao Cidadania de Daniel Coelho.

Explicada essa parte voltamos a candidatura de Joaquim Neto para deputado estadual pelo PSDB ou pelo PP. Como vocês viram em qualquer uma dessas legendas ele vai enfrentar muitos candidatos com muitos votos e já na Assembleia Legislativa como parlamentares há vários mandatos, com prefeitos nas suas bases,

Além disso, um é do lado do governo o PP de Eduardo da Fonte, e o outro é oposição ao governo o PSDB de Bruno Araújo. Seja qual for a legenda escolhida outros partidos menores vão se somar o que dificulta mais ainda a eleição de Joaquim Neto, mas como nós o conhecemos e sabemos da sua força de vontade é esperar e conferir se ele vai ter garra para enfrentar uma das eleições mais difíceis de sua carreira, essa agora de deputado estadual.

Primeiro porque a disputa será dentro do partido que ele escolher, visto que a coligação agora é interna, ou seja os candidatos do PSDB disputando com os seus colegas dentro do próprio partido e os mais votados é que serão eleitos.

Para se ter uma visão melhor das chances de Joaquim neto nas próximas eleiçõesprecisamos esperar o partido para o qual ele vai e os candidatos que vão disputar junto com ele a eleição de deputado estadual.

Isso é matemática, simples assim!

29 de setembro de 2021 às 06:21h

Nasce o IPEC irmão do falecido Ibope e filho da Dona Cavallari

Nasceu em fevereiro desse ano mais um rebento na Brazuela: o nome do novo herdeiro é IPEC – Instituto de Inteligência, Pesquisas e Consultoria que ficou no lugar no IBOPE. Isso mesmo você não está ouvindo mal, o Ibope morreu em janeiro, foi enterrado, levando para o túmulo da impunidade todos os erros que cometeu durante a sua existência. Leia mais no www.blogdotomaz.com.br

Mas a mãe do Ibope Dona Márcia Cavallari Nunes deu à luz a mais um filho traquino: o IPEC que já nasce com o mesmo vício do irmão morto – o Ibope de apresentar resultados que criam polêmica em função da disparidade com a realidade.

O IPEC filho da Dona Cavallari mostra na sua mais recente pesquisa que Lula está com 49%, 20% a mais do que Bolsonaro  e o que a gente pergunta é de qual espécie são os entrevistados, os pesquisados, porque humanos não são! Não vemos esse povo nas ruas, não assistimos esse povo nos eventos, não percebemos esses apoiadores defendendo seu Lula, portanto talvez tenha surgido uma nova classe de eleitores: Os FANTASMAS DAS URNAS que são aqueles que aparecem nas pesquisas mas não vão votar e ai quem ganha são os candidatos que não foram citados nos papéis do IBOPE, que era o filho mentiroso de Dona Márcia Cavallari e que mentiu tanto, que a Kantar Group não renovou o contrato e dessa forma o Ibope morreu de inanição e nasceu o IPEC outro monstrinho de fazer pesquisas ao sabor de vontades e intenções não republicanas.

A mãe Márcia Cavallari é aquela que pediu desculpas em novembro de 2020 pelo maior erro do seu filho falecido, o Ibope, em pesquisas, quando divulgou a pesquisa para intenção de votos em Porto Alegra apotando Manuela a frente dos outros candidatos e em outros pontos da Brazuela colocando em primeiro lugar “favoritos” e deixando fora da disputa os principais candidatos e que terminaram vencendo as eleições.

Portanto Lula começa ganhando o carinho do menino IPEC que já nasce com as traquinagens do faleicido irmão: o IBOPE

“A Brazuela não é para amadores”

 

28 de setembro de 2021 às 20:47h

Joaquim Neto é candidato a deputado estadual?

O ex-prefeito de Gravatá Joaquim Neto, derrotado nas últimas eleições pelo atual prefeito Joselito Gomes, teve uma boa notícia hoje, que foi o resultado das auditorias feitas pelo TCE que julgou e deu pareceres favoráveis às suas contas, facilitando a sua corrida em busca de um mandato de deputado estadual.

Mas a sua candidatura depende de muitos fatores, entre os quais cabe destacar:

a) Raquel Lyra candidata a governadora de Pernambuco pelo PSDB numa aliança com o PSC de Anderson e o cidadania de Daniel Coelho integrando a chapa de oposição ao governo de Paulo Câmara;

b) Joaquim Neto deixa o PSDB se filia ao PP de Eduardo da Fonte e assim passa a fazer parte da frente popular que já tem o PL, o PSB, o PP e outros menores.

Na primeira situação Joaquim Neto tem mais chances porque a concorrência não seria muito grande, e assim poderia vencer com pouco mais de 15 votos (teve 25 mil nas eleições de 2010).

Na segunda opção teria que sair do PSDB e disputar com candidatos mais fortes da frente popular, seguindo Eduardo da Fonte que disputaria o senado na chapa da situação.

Não podemos esquecer que não teremos coligações proporcionais, só para a majoritária o que forçará a migração de muitos candidatos de partidos menores, para as grandes legendas o que dificultará a eleição e a reeleição de muitos candidatos.

Assim contaremos apenas com seis ou sete partidos para dar legenda a todos os candidatos e, como em política, o pragmatismo é a regra então só os mais fortes, com mais dinheiro e com mais chances é que ganhariam o direito de ser candidato.

Além disso, diferentemente da eleição de 2010 – há 11 anos atrás –  quando Joaquim Neto com o número 45222 foi candidato a deputado estadual,  contava ainda que de forma dissimulada com o apoio de Ozano Brito que era o prefeito na época.

Agora não conta com o apoio do prefeito eleito, visto que o candidato do padre-prefeito Joselito Gomes será Waldemar Borges, que mesmo sem a máquina foi o mais votado nas últimas eleições em Gravatá,  e agora contando com o apoio do prefeito e de todos da gestão deve superar a votação que teve.

Por essa ótica não está fácil a situação do ex-prefeito de Gravatá, Joaquim Neto, na sua jornada para ser o deputado estadual da cidade, o segundo depois do Dr. Deda Soares, último deputado estadual representante de Gravatá.

28 de setembro de 2021 às 17:29h

Contas do ex-interventor Mário Cavalcante aprovadas

Hoje a câmara municipal de Gravatá aprovou por 12 votos (unanimidade) dos vereadores presentes, as contas do ex-interventor de Gravatá, Coronel Mário Cavalcante.

Embora aprovadas de acordo com o parecer do TCE – Tribunal de Contas do estado que recomendou aprovar com ressalvas, o resultado não deixou de surpreender muita gente, visto que os vereadores da oposição (sete) votaram ao lado dos vereadores da situação (cinco) pela aprovação. três vereadores não estiveram presente: Luiz Prequé, Léo Giestosa e Bruno Sales e todos justificaram as suas ausências.

A próxima votação será das contas do ex-prefeito Bruno Martiniano que até a manhã de hoje não havia sido encontrado, segundo o presidente da câmara, vereador Léo do Ar, para ser notificado.

Segundo o edil o pedido será encaminhado ao cartório para notificação judicial e depois será publicado no Diário Oficial e então a votação ocorrerá com ou sem a defesa do ex-prefeito Bruno Martiniano.

 

vídeos +