3 de outubro de 2017 às 12:03h

Uma gestão marcada por denúncias de irregularidades

A gestão do prefeito Joaquim Neto vem sendo marcada pelo grande número de denúncias feitas ao MPPE sobre supostas irregularidades cometidas pelo prefeito que foi eleito em 2016. Esse é o seu terceiro mandato e nos outros ele também teve que se explicar na justiça várias vezes, inclusive acusando que foi vítima de falsificação de assinatura quando do julgamento de suas contas pela câmara.

No atual mandato tudo começou com a licitação do Rio Ipojuca, depois veio a questão da merenda, agora surge as denúncias de favorecimento já aceitas pelo MPPE que decidiu instaurar inquérito civil para apurar favorecimento do atual prefeito Joaquim Neto a doadores de campanha através da concessão de empregos na prefeitura e na elaboração de supostos contratos fraudulentos beneficiando amigos e colaboradores num claro indício de crime de responsabilidade e improbidade administrativa.

O prefeito Joaquim Neto faz oposição ao governo Paulo Câmara e ainda ontem embargou obras de saneamento realizadas pela Flamar empresa contratada pela Compesa para implantar os serviços que estavam sendo realizados nas margens do Rio Ipojuca.

Vamos aguardar a defesa do prefeito Joaquim Neto sobre mais essa acusação.

Veja abaixo o documento do MPPE que instaurou o inquérito:

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.