17 de outubro de 2017 às 07:41h

Prefeito de Gravatá Joaquim Neto vai ao MPPE denunciar perseguição

Como denunciou na convenção do PSDB no dia 08 desse mês, o prefeito Joaquim Neto, segue hoje para Recife acompanhado do procurador da prefeitura José David para denunciar ao MPPE que está sendo vítima de perseguição. Durante o evento o prefeito chegou a afirmar que na sua outra gestão um promotor com interesse em ser candidato a prefeito também fez denúncias contra ele.

O prefeito também chamou de moleques e vagabundos as pessoas que vêm fazendo denúncias contra ele no MP.  Muitas denúncias vêm sendo feitas pelo presidente do Sindicato dos Servidores da Prefeitura, Marcelo de Brito, que vem constantemente denunciando irregularidades junto à justiça. Ele denunciou superfaturamento na merenda e aluguel de casas para beneficiar aliados políticos.

Cabe destacar que algumas dessas já originaram processos contra o atual gestor.

Outro que também vem efetuando denúncias e entrando com ações contra a atual gestão é o ex candidato a prefeito pelo PCO, Oswaldo Alves, e dentre essas destaca-se uma relacionada à licitação para limpeza do Rio Ipojuca, que foi inclusive impedida por ordem judicial.

No que pese o grande número de denúncias, como diz o prefeito, cabe a prefeitura provar que são infundadas as acusações, o que poderá acontecer durante as investigações dos processos abertos.

É a máxima do velho ditado: “Quem não deve, não teme!”

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.