19 de julho de 2017 às 06:39h

Parceria público Privada para implantação do aluguel social

O prefeito de São Paulo, João Dória, implantará na cidade o projeto “Aluguel Social” que consiste na restauração de prédios abandonados por empresas privadas, nas áreas centrais, que serão transformados em apartamentos, quitenetes e outros modelos de moradia popular e depois aligá-los à população de baixa renda que no momento não estejam em condições de adquirir a casa própria.
Para o sucesso do projeto de cunho social a prefeitura concederá subsídios, redução de impostos, isenção de IPTU, etc, mas com a exigência de que os imóveis sejam alugados com toda infra estrutura de elevadores,gás, água e energia, áreas de lazer e social, enfim tudo que um condomínio precisa para que seus moradores tenham conforto, segurança e tranquilidade.
Cabe ressaltar que para evitar vendas os imóveis não serão repassados para os ocupantes e sim terão o direito de usufruto pelo tempo que quiserem ou viverem.
“A locação social tem diversos subprogramas que vão gerar a produção de unidades habitacionais em um modelo parecido que nós temos agora, sem a transferência da propriedade no final do processo. Isso resolve um problema bastante conhecido no Minha Casa, Minha Vida, que é a revenda de unidades habitacionais a partir do momento em que o poder público entrega essas unidades para a família”, afirmou o secretário municipal de Habitação Fernando Chucre.
Esse é um novo modelo de solução imobiliária que pode ajudar o mercado imobiliário a partir do momento que traz para as cidades muitos produtos que estariam fadados ao abandono e a se transformarem em espaços de degeneração social, como a cracolândia e muitos outros espalhados pelo País.

18 de julho de 2017 às 21:13h

Começa hoje em Gravatá maior feira de calçados do Nordeste

Evento deve movimentar R$ 55 milhões em negócios em sua 21ª edição

  A maior feira de calçados do Nordeste começa hoje (18/07) em Gravatá, no Agreste pernambucano. Reunindo 170 marcas de âmbito nacional em 62 estandes, a Calçados Nordeste vai apresentar ao público presente a coleção primavera-verão, ditando as próximas tendências da moda. A organização espera movimentar em torno de R$ 55 milhões em negócios, comercializando 1,5 milhão de pares de calçados, além de 5 mil bolsas, cintos e acessórios.

Representantes, fabricantes, representantes, lojistas e convidados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Alagoas estão ocupando o Centro de Convenções do Hotel Canarius na 21ª edição consecutiva do evento. A feira também se configura como importante instrumento para consolidar a imagem do Estado no setor calçadista e estreitar o relacionamento entre as indústrias e os lojistas.

“Atendendo à uma necessidade do mercado, lançamos edições em importantes capitais do Nordeste, como São Luís, no Maranhão; Aracaju, em Sergipe, e, ainda este ano, estaremos no Rio Grande do Norte, em Natal. Todas as feiras que realizamos são sucesso de público e vendas, promovendo grande interação entre representantes e lojistas conceituados da região”, pontuou o diretor executivo da Lampejo Comunicação, Marketing e Eventos, Artur Brito.

Uma das novidades desta edição em Gravatá será a realização, as 10h30 da quarta-feira (19/07), do 1º Grande Encontro de Gerentes e Diretores da Indústria de Calçados, tratando das perspectivas econômicas para o Nordeste. As inscrições podem ser feitas online pelo sitewww.calcadosnordeste.com.br ou na recepção da feira. A entrada é gratuita.

SERVIÇO:

 21ª Edição da Feira Calçados Nordeste                                                          

Centro de Convenções do Hotel Canarius

Rod BR-232, Km 87, s/n

Brejinho, Gravatá/PE

Horário: Dias 18 e 19/07 – 9h às 19h

Dia 20/07 – 9h às 17h

Contatos para entrevista:

Artur Brito

Diretor Executivo da Lampejo

81.99968-4987

  1. 3426-7451
18 de julho de 2017 às 06:00h

Pai, filho e neto três suicídios no clã Vargas e uma discussão filosófica sobre se vale a pena viver

Que explicação alguém teria para justificar que três homens de uma mesma família, em épocas distintas cometessem suicídio?

Primeiro o pai, Getúlio Vargas, então presidente do Brasil e que cunhou a seguinte frase: “Saio da vida para entrar na história”! E ao que tudo indica fez história de fato, pois seu filho Manoel Vargas (Maneco) 49 anos depois também se mata com um tiro no peito, repetindo o gesto de seu pai.
E agora, recebemos, estarrecidos a notícia de que o neto de Getúlio e filho de Maneco, Getúlio Dornelles Vargas Neto (mesmo nome do avô), seguiu o caminho dos antepassados e também cometeu suicídio, só que dessa vez ao invés de escolher o peito (coração) para dar o tiro de misericórdia, escolheu a cabeça, o que não deixa de ser simbólico, pois ao invés de atirar no peito como fez seu avô e seu pai, decidiu atirar na cabeça, como se estivesse discutindo a grande questão da vida entre “emoção” e “razão” fruto de todos os bens ou de todos os males.
É uma história muito triste que nos leva a refletir sobre os motivos que levam pessoas com boa estrutura financeira e familiar decidirem por fim à própria vida.
Ariano Suassuna repetindo Albert Camus fala sobre o ato de matar-se: “O único problema filosófico realmente sério é o do suicídio”. Segundo Suassuna o suicídio é realmente uma coisa muito grave. A pessoa que comete suicídio avalia o mundo, avalia ele mesmo e acha que não vale apena. Devolve o bilhete de passagem e volta!
Mas, ele discorda de Camus e diz: “O suicídio é apenas um dos aspectos do problema filosófico porque para ele (Ariano) mais grave é o problema do mal e do sofrimento humano e cita o grande mestre da poesia popular Leandro Gomes de Matos, afirmando que ele formulou sobre o suicídio ou sobre a vida, uma tese melhor que a de Camus, que é a pergunta mais séria que as pessoas que não acreditam em Deus pode fazer a quem acredita:
Se eu me encontrasse com Deus iria lhe perguntar: Porque é que sofremos tanto, quando viemos pra cá? Que dívida é essa que o homem tem que morrer pra poder pagar? Perguntaria também como Ele é feito? Que não dorme, que não come e assim vive satisfeito? Porque foi que Ele não fez a gente do mesmo jeito? Porquê existem uns felizes e outros que sofrem tanto? Nascidos do mesmo jeito, criados no mesmo canto! Quem é que foi foi temperar o choro e acabou salgando o pranto?
Dessa forma ele, o poeta Leandro, coloca em cheque a própria existência de Deus, porque dá a entender que Deus quis temperar o choro e acabou errando na mão e salgando o pranto. Como se Deus, igual ao homem, fosse capaz de cometer um erro e infligir tamanho sofrimento ao ser humano.
Ariano continua e diz que Deus para ele é uma necessidade e conclui de forma dramática que se não acreditasse em Deus ele seria um desesperado”.
Partindo desse princípio de que aquele que não acredita em Deus é um desesperado, teremos talvez aí a resposta para o ato corajoso, porque talvez matar alguém seja um ato de covardia, mas tirar a própria vida é sem dúvida um ato de extrema coragem ainda que em sentido inverso, pois maior coragem ainda é viver, concluímos que o problema da existência está em acreditar em Deus ou não para que se tenha uma vida plena e não seja vazia a ponto de não ter o que se carregar e assim sem ter o que fazer chegar a conclusão de que é hora de voltar, muito embora nem saiba de onde veio e nem para onde vai.
Ao final concluímos que o grande problema da vida continua sendo responder a questão:
Está valendo a pena viver? Por isso, sugiro que encontre na sua vida aquilo que valha a pena você acordar de manhã e dizer: Vale a pena viver! Vale a pena estar vivo!

Link da entrevista de Ariano Suassuna: https://www.youtube.com/watch?v=Beq961fusnk

17 de julho de 2017 às 08:01h

Exposição EEncontrosSS apresenta obras de três gerações de artistas plásticos

Uma volta no tempo através de traços, cores e figuras. Inaugurada nesta quinta-feira (13), a Exposição EEncontrosSS, que reúne obras dos artistas visuais Flávio Tavares, Miguel dos Santos e Fred Svendsen.

O passado artístico deles é revisitado a partir de cerca de 80 peças entre desenhos, pinturas e objetos em cerâmica e em madeira. O título da mostra reflete o encontro entre as gerações do final dos anos de 1960, de Miguel dos Santos e Flávio Tavares. Fred Svendsen, dos anos 1970.

Flávio Tavares e Fred Svendsen. Foto: Helio Costa

As obras da coletiva percorrem a trajetória dos artistas visuais. “Fizemos questão de colocar peças mais antigas. Três gerações que se encontram em momentos diferentes nos quais podemos visualizar as fases, o crescimento e o desenvolvimento desses artistas”, destacou a marchand Roseli Garcia.

É a primeira vez que os três participam de uma coletiva exclusiva com suas respectivas obras juntos. No ambiente da Galeria Gamela, as telas com as pinturas expressionistas de Fred Svendsen dividem espaço com as formas das esculturas de Miguel dos Santos, ao lado das cenas dos quadros de Flávio Tavares.

Antonio Cláudio Massa, Rodrigues Lima, Marcio Pontes e Wilson Figueiredo prestigiam a exposição ao lado de Fred Svendsen. Foto: Helio Costa

Roseli Garcia ressaltou a importância deles no cenário das artes plásticas na Paraíba e no Brasil. “São artistas que vêm desenvolvendo um trabalho, com todo o seu potencial, criatividade, dinamismo, o seu conceito e a sua linguagem. Também são artistas de muito estímulo, inclusive para as gerações jovens que estão chegando porque eles são verdadeiros marcos na nossa história”.

Participaram da abertura da Exposição EEncontrosSS artistas plásticos como Rodrigues Lima, Célia Gondim, Gildo Xavier, Wilson Figueiredo, escritores como Políbio Alves, jornalistas, amigos e familiares dos três artistas da mostra.

Os artistas plásticos Célia Gondim, Gildo Xavier e Ana Lima. Foto: Hélio Costa

 

A Exposição EEncontrosSS ficará aberta durante todo o mês de julho na Galeria de Arte Gamela, em Tambaú. A entrada para visitação é gratuita.

Abertura da Exposição EEncontrosSS

Público prestigia exposição. Foto: Hélio Costa
Ana Vilarim. Tela de Flávio Tavares. Foto: Hélio Costa
O artista plástico Fred Svendsen ao lado da marchand Roseli Garcia. Foto: Hélio Costa
Artista plástico Wilson Figueiredo visita à mostra. Foto: Hélio Costa
Messina Palmeira, Vicente Trócoli e Flávio Tavares, na abertura da exposição. Foto: Hélio Costa
Obras de Fred Svendsen. Foto: Hélio Costa

Serviço

Exposição EEncontrosSS

Local: Galeria Gamela – Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, 756/101, esquina com a Avenida Olinda,193, Tambaú

Visitação: segunda-feira à sábado, das 9h às 19h; domingos e feriados com agendamento

Contatos: (83) 3226-1436 / 9962-7969 / 8815-5944

Por Marcella Machado, da redação do Conexão Boas Notícias 

17 de julho de 2017 às 07:26h

Virtuosi Gravatá 2017 começa no dia 21 e ontem começou a Festa de Santana

A cidade de Gravatá já vive o clima de comemoração da sua padroeira Nossa Senhora de Santana que começou ontem e vai até o dia 26, com uma programação variada envolvendo missas, novenário, procissão, quermesse outros eventos como homenagem aos avôs e avós.

Confira a Programação:

De 16 a 25/0719h – Celebração e Novenário, na Igreja Matriz de Sant’Ana.

De 21 a 26/07Após as celebrações, quermesse animada com música ao vivo, na Praça da Matriz.

24/07: Segunda-feira15h – Palestra com tema: “longevidade”, ministrada pelo médico João Alexandre, na Escola Amenayde Farias.

25/07: Terça-feira14h30 – Encontro de avós e netos, no salão do Círculo Operário.

26/07: Quarta-feira – Dia de Sant’Ana08h – Café da manhã para avôs e avós, na Praça da Matriz.10h – Celebração em homenagem aos avôs e avós na Igreja Matriz de Sant’Ana.17h – Tradicional procissão de Sant’Ana saindo da igreja Matriz, caminhada pelas principais ruas do Centro da cidade.18h – Celebração Solene de modo campal, ao lado da Igreja Matriz de Sant’Ana.19h – Quermesse e apresentação da Banda Expresso Jovem Guarda.

Além da programação religiosa tem a IX edição do Virtuosi Gravatá, Festival de Música Clássica que vai acontecer de 21 a 30 e contará com a presença de instrumentalistas nacionais e internacionais. confira a programação do Virtuosi Gravatá 2017.

IX FESTIVAL VIRTUOSI DE GRAVATÁ

21 A 30 de JULHO DE 2017

IGREJA MATRIZ DE SANT’ANA

SEXTA 21|07

20h CONCERTO DE ABERTURA

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO

Leonardo Altino, cello

Rafael Altino, viola

Yi-Jia Susanne Hou, violino

Rafael Garcia, regente

SÁBADO 22|07

11h VIOLA & PIANO

Rafael Altino, viola

Victor Asuncion, piano

20h TRIBUTO A CHOPIN

Victor Asuncion, piano

DOMINGO 23|07

11h O PIANO NA RÚSSIA

Kristina Miller, piano

SEGUNDA 24|07

20h AFLUÊNCIAS

Paula Bujes & Pedro Huff

TERÇA 25|07

20h O VIOLINO CLÁSSICO

Yannos Margaziotis, violino

Kristina Miller, piano

QUINTA 27|07

20h CELLO & PIANO

Leonardo Altino, cello

Kristina Miller, piano

SEXTA 28|07

20h O VIOLINO VIRTUOSO

Yi-Jia Susanne Hou, violino

Victor Asuncion, piano

SÁBADO 29|07

11h TRIBUTO A BRAHMS

Yannos Margaziotis, violino

Rafael Altino, viola

Leonardo Altino, cello

Victor Asuncion, piano

20h A VOZ

W.A MOZART Abertura da opera Don Giovanni

[1756-1791]

W.A. MOZART Venga Pur, Minacci e Frema

[1756-1791] da opera Mitridate, Re di Ponto

Georg F. HÄNDEL Lascia Ch’io pianga

[1685-1759]

J.S.BACH Bist du bei mir, BWV 508

[1685-1750]

Henry PURCELL Cold Song da ópera King Arthur

[1659-1695]

S. KOUSSEVITZKY Concerto para contrabaixo Op.3

[1874-1951] Allegro – Andante – Allegro

V.PAIVA/J.REDONDO Ave Maria

[1908-64/1890- 1952]

GOIÁ/BELMONTE Saudade de minha terra

{1935-81/1937- 72]

Georges BIZET Prelúdio da ópera Carmen

[1838-1875]

Georges BIZET Habanera

[1838-1875]

Astor PIAZZOLLA Balada para un loco

[1921-1992}

Agustin LARA Granada

[1900-1970]

ORQUESTRA JOVEM DE PERNAMBUCO

JOSÉ PABLO SOLIS, contrabaixo

EDSON CORDEIRO, contratenor

RAFAEL GARCIA, regente

 

 

17 de julho de 2017 às 06:31h

Festa dos Estudantes vai esquentar o frio em Triunfo

A CIDADE

fotoweb

Para quem pensa que o Sertão é sinônimo de deserto, calor e terra seca, está muito enganado, pois a cidade de Triunfo, localizada no Planalto da Borborema, no vale do Pajeú, e que está a mais de 1000 metros de altitude, foge desse paradigma e é chamada de OÁSIS DO SERTÃO porque apresenta um grande açude no seu centro, é cercada de montanhas e nesse período do inverno a sua temperatura desce dos 10 graus, atraindo milhares de turistas que visitam a cidade, lotam os hotéis e pousadas e também os restaurantes que nesse período de inverno, passam a oferecer além das comidas típicas da região, opções mais voltadas para a época como o chocolate quente e o fondue.
O nome Triunfo originou-se de uma luta ocorrida entre a poderosa família dos Campos Velhos, da cidade de Flores, contra os habitantes da povoação da Baixa Verde, os quais, querendo ver o progresso da localidade, começaram com a criação de uma feira, com o que os Campos Velhos não ficaram satisfeitos, procurando acabá-la por diversas vezes, até mesmo com prejuízo de vidas, mas não conseguiram. Tal fato fez com que os habitantes da Baixa Verde tratassem de sua independência, a fim de se libertar dos Campos Velhos. Para isso, um abaixo-assinado solicitou da Assembleia Provincial e do Diocesano que a povoação fosse transformada em freguesia e elevada à categoria de vila, o que de fato ocorreu em 2 de junho de 1870, através da Lei Provincial nº. 930, que criou a freguesia de Nossa Senhora das Dores, desmembrada da freguesia de Flores, e elevou a povoação de Baixa Verde à categoria de vila, com a denominação de Triumpho. Em 13 de junho de 1884 através da Lei Provincial nº. 1.805, foi criada a comarca de Triunfo e com isso a vila da Baixa Verde foi elevada à categoria de cidade.

A FESTA DO ESTUDANTE

A Rota 232 estará mais uma vez realizando mais um trabalho de divulgação da parte de arte e literatura da Festa do Estudante de Triunfo que acontece de 22 a 29 desse mês e que conta com vários eventos na sua grande de programação.

Um dos destaques da cidade é sem dúvida a FESTA DO ESTUDANTE, já consolidada no calendário dos eventos do frio do estado e que esse ano acontece pela quinquagésima nona vez, ou seja, a 59 anos os Triunfenses realizam esse evento que envolve música, arte e cultura no sertão de Pernambuco.

Confira a programação do palco principal

 

 

13 de julho de 2017 às 10:40h

Vem ai o XXXIV Congresso Nacional dos jornalistas de turismo

O Congresso da ABRAJET Nacional, que em 2017 chega à sua 34ª edição, é o maior encontro de jornalistas especializados em turismo da América Latina e um dos maiores do mundo.
Com aproximadamente 150 participantes, o Congresso Nacional da ABRAJET reúne num mesmo local um número de jornalistas especializados superior ao de qualquer outro evento do mercado de Turismo.
O Congresso representa uma oportunidade única para que o destino patrocinador e fornecedores do mercado de turismo se divulguem.

Data
15 a 19 de agosto de 2017

Local
Aracaju-SE (Aracaju, SE)

Mais informações, acesse:

https://congressoabrajet2017.eventize.com.br/

13 de julho de 2017 às 08:28h

Confira a programação da Matriz de Santana para o mês de julho em Gravatá

A cidade de Gravatá vai viver um momento especial na segunda quinzena de julho quando são feitas as comemorações à padroeira da cidade, Nossa Senhora de Santana, o evento religioso inicia no dia 16 e vai até o dia 26 quando será decretado feriado municipal. A festa de Santana já é tradicional no município que conserva as suas tradições religiosas e também profanas com missa, quermesse e aproveitando a presença dos artistas que vão se apresentar na nona edição do Virtuosi, acontece também o festival de múcica clássica.
Esse ano será oferecido no dia 26 pela Paróquia um momento afetivo entre avós e netos com um café da manhã no círculo operário e atarde a partir das 17 horas ocorre a procissão que deve arrastar uma multidão de devotos pelas ruas da cidade.
Confira a Programação:

De 16 a 25/0719h – Celebração e Novenário, na Igreja Matriz de Sant’Ana.

De 21 a 26/07Após as celebrações, quermesse animada com música ao vivo, na Praça da Matriz.

24/07: Segunda-feira15h – Palestra com tema: “longevidade”, ministrada pelo médico João Alexandre, na Escola Amenayde Farias.

25/07: Terça-feira14h30 – Encontro de avós e netos, no salão do Círculo Operário.

26/07: Quarta-feira – Dia de Sant’Ana08h – Café da manhã para avôs e avós, na Praça da Matriz.10h – Celebração em homenagem aos avôs e avós na Igreja Matriz de Sant’Ana.17h – Tradicional procissão de Sant’Ana saindo da igreja Matriz, caminhada pelas principais ruas do Centro da cidade.18h – Celebração Solene de modo campal, ao lado da Igreja Matriz de Sant’Ana.19h – Quermesse e apresentação da Banda Expresso Jovem Guarda.

Esta matéria é um oferecimento de Tomaz Corretor que tem o imóvel que você quer, no local que você deseja, pelo preço que você pode pagar!

13 de julho de 2017 às 06:01h

Reunião do Contur discute união do poder publico com o trade turístico

Na última reunião do Contur – Conselho de Turismo de Pernambuco os representantes da entidade discutiram as formas de se incentivar o turismo tanto na capital quanto no interior. O presidente da Associação dos Secretários de Turismo, Josenildo Santos, secretario de Turismo de Agrestina  afirmou que:

 “Hoje, no Centro de Convenções, tivemos a oportunidade de pensarmos juntos mais uma vez sobre o turismo em Pernambuco, durante a reunião do Contur. Com a participação de representantes de várias instituições ligadas à atividade, discutimos nossas próximas ações e como podemos nos articular para fazermos ainda mais pelo crescimento do turismo do Litoral ao Sertão”, disse.

Em breve a Rota232 trará mais informações sobre os assuntos discutidos na reunião.

Foto: Uyrandei Lemos

A imagem pode conter: 8 pessoas, pessoas sentadas, mesa e área interna
12 de julho de 2017 às 07:51h

Matéria da Rota 232 serve de pauta para mídia do estado

Uruçu Mirim distrito de Gravatá – foto: Nenê de Uruçu

A matéria publicada na Rota 232 Turismo (http://blogdotomaz.com.br/rota-232-acompanha-festival-de-inverno-de-garanhuns-e-festival-virtuosi) sobre a Rota do Frio: Gravatá, Garanhuns, Triunfo e Taquaritinga serviu para pautar a mídia estadual que fez várias reportagens a respeito do clima frio que acontece nessas cidades nesse período.
Esse ano a Rota 232 estará fazendo a cobertura do Festival Virtuosi de Música Clássica que vai acontecer nas cidades de Gravatá, Belo jardim e Garanhuns, divulgando as belezas e os atrativos turísticos das cidades que vão receber o evento.
Como em Garanhuns o Virtuosi vai acontecer durante a realização do Festival de Inverno de Garanhuns – FIG 2017, a Rota 232 estará completando 10 anos de cobertura da área de literatura e arte do FIG o que é um marco na comunicação de uma empresa independente.
A Rota232 agradece o empenho do presidente do sistema Fecomércio, Josias Albuquerque em incentivar a poiar o turismo do interior de Pernambuco, onde as colônias de férias e as unidades do SESC colaboram decisivamente na promoção dessas cidades.
É hora da prefeitura de Gravatá se mobilizar e se articular para apresentar ao SESC o projeto apresentado durante a campanha de desenvolver esforços no sentido de trazer para o município uma colônia de férias do sistema a fim de garantir mais turistas e mais negócios ligados ao turismo na região.