10 de outubro de 2017 às 19:50h

A cidade de Caruaru recebe a primeira Festa Literária do Alto do Moura (FLAL)

Evento terá apresentações culturais, trocas de livros e exposições

Festival de Inverno do Alto do Moura

Nos dias 12 e 13 de outubro, Caruaru será tomada por literatura, rodas de leitura, exposições e apresentações artísticas. A cidade recebe a primeira Festa Literária do Alto do Moura (FLAL), organizada pela Biblioteca Comunitária do Alto do Moura e com apoio da Fundação de Cultura e Turismo. A FLAL terá como homenageados a poetisa Regilda Pereira e o poeta-artesão Antônio Rodrigues, ambos moradores do Alto do Moura.

A abertura oficial do evento será na quinta (12), a partir das 10h, na Praça do Artesão, com literatura de cordel e apresentação de grupos culturais do local. Já às 11h, na sede da Associação dos Artesãos e Artesãs em Barro e Moradores do Alto do Moura (ABMAM), haverá exibição de documentários. Ainda na ABMAN, a partir das 13h, haverá contação de histórias, oficina de livros e apresentação de breakdance. A programação segue, também, na Praça do Artesão, a partir das 14h, com apresentação de hip hop e mais contação de histórias. A partir das 17h, a Casa di Lúcio será o espaço para uma conversa com os artistas ilustradores Rodrigo Pescador e Eduard Dessay, da exposição Um Olhar Transatlântico, além de recital musical de poesias.

Na sexta (13), a programação começa às 10h, na ABMAM, com oficinas e apresentação de capoeira. Às 14h, na Praça do Artesão, haverá roda de leitura, exposição, conversa com a autora Íris Marcolino e bate-papo sobre escola e biblioteca comunitária. Além dessas ações pontuais, haverá exposição permanente e sebo de livros na Praça do Artesão e exposição na Casa di Lúcio.

Confira a programação completa

Quinta-feira – 12/10

Local: Praça do Artesão

10h – Abertura Oficial da 1ª FLAL – Saudação com literatura de cordel e apresentação dos grupos culturais do Alto do Moura.

 

Local: Associação dos Artesãos e Artesãs em Barro e Moradores do Alto do Moura (ABMAM)

 

11h – Exibição dos documentários: Arte é para todos; Entre bonecos e bonecas; e Mestre Vitalino, coordenado por Darllan Rocha (Projeto Inventário do ofício dos artesãos e artesãs do barro do Alto do Moura – Funcultura)

13h – Contação de história com o Grupo Grão de Histórias (Recife): Histórias Daqui e de Lá.

14h – Oficina de livros cartoneros com Candeeiro Cartonera (Caruaru)

14h30 – Apresentação de Breakdance com Master Conexão Crew e o artista de rua Maicon (Taquara- Caruaru)

15h – Festa /Lanche Coletivo em homenagem ao dia das crianças, promovida pela família do Mestre Severino Vitalino (Alto do Moura- Caruaru)

 

Local: Praça do Artesão

 

14h- Contação de história com o Grupo Cia Agora Eu Era (Recife) e Júlia Sol (Recife)

14h30 – Apresentação de Hip Hop do Projeto Crer & Ser

15h – Festa/Lanche Coletivo em homenagem ao dia das crianças, promovida por Ana Paula Maciel (Alto do Moura- Caruaru)

 

Local: Casa di Lúcio

 

17h – Conversa com os artistas ilustradores Rodrigo Pescador e Eduard Dessay, da exposição Um Olhar Transatlântico – Un Regard Transatlantique, coordenada por Reginaldo Pereira (Biblioteca Comunitária Caranguejo Tabaiares- Recife)

20h – Recital Musical de Poesias

 

Sexta-feira – 13/10

 

Local: Clube da Associação dos Artesãos e Artesãs em Barro e Moradores do Alto do Moura ( ABMAM)

 

10h- Oficina1: Sussurros poéticos com Grupo RELEITURA (Recife)

10h – Oficina 2: Tapete de histórias com Grupo RELEITURA (Recife)

10h- Oficina 3: Breakdance com Master Conexão Crew e o artista de rua Maicon (Taquara/ Caruaru)

11h- Capoeira com Mestre Positivo (Alto do Moura/ Caruaru)

 

Local: Praça do Artesão

 

14h – Livros em Movimento – A itinerância da leitura em exposição, coordenado por Ana Dourado (Secretária Executiva de Direitos Humanos da Prefeitura de Caruaru)

14h30 – Roda de Leitura do livro Bichos Vermelhos, com a autora Lina Rosa (Recife)

15h – Conversa com a autora do livro Os Poemas do Poeta que Esquecia, com Íris Marcolino (Alto do Moura/Caruaru)

16h- Bate-papo sobre Escola e Biblioteca Comunitária: uma rede em diálogo, com Ester Rosa (UFPE/ CEEL-Recife), Ana Dourado (Secretária Executiva de Direitos Humanos da Prefeitura de Caruaru) e Maria Emília Lins e Silva (UFPE/CEEL- Recife)

17h- Encerramento

 

Visitação Permanente

 

Exposição Aberta com as obras dos artesãos do Alto do Moura

Local: Praça do Artesão

Data: 12 e 13/10/2017

 

Exposição aberta Um Olhar Transatlântico – Un Regard Transatlantique, com Rodrigo Pescador e Eduard Dessay, coordenado por Reginaldo Pereira (Biblioteca Comunitária Carangueijo Tabaiares- Recife)

Local: Casa di Lúcio

Data: 12 e 13/10/2017

 

Sebo/Doação de Livros para a Biblioteca Comunitária do Alto do Moura

Local: Praça do Artesão

Data: 12 e 13/10/2017

Fonte: Jornal de Caruaru

10 de outubro de 2017 às 19:41h

Curso de poesia, discussões sobre ditadura e show do Frei Damião no segundo dia da Fenagreste 

O jornalista Luiz Felipe Campos e o publicitário José Nivaldo Júnior ministrarão palestras sobre revoluções e o período ditatorial no Brasil. Feira vai das 9h às 21h 

Curso de poesia, palestras e show do Frei Damião Silva fazem parte da programação do segundo dia da Feira Nacional do Livro do Agreste – Fenagreste. Promovida pela Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros – Andelivros, a Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, com apoio do Governo de Pernambuco e da Prefeitura de Caruaru, a feira segue até o domingo (15) no Espaço Cultural Tancredo Neves, em Caruaru. 

feira abre às 9h e, às 9h30, começa a contação de histórias na tenda infantil. Na parte interna do pavilhão, rola a primeira parte do curso “Poesia conta história, história vira poesia”, ministrado pelo contador de histórias e mestre e doutor em Letras Gláucio Ramos Gomes, na sala Vital Santos. Ele abordará contação de histórias pelo olhar poético, usando os recursos de figuração e rima. Já no espaço Souza Pepeu, o artista plástico Terciano Torres faz o lançamento do livro ilustrativo Imagens de Caruarucom imagens de pontos turísticos e importantes da Capital do Forró, a partir das 11h. 

Durante a tarde, a brincadeira continua na tenda infantil, com mais contação de histórias. Para os adultos, haverá o lançamento do relatório da Comissão da Verdade, seguido da palestra do jornalista e escritor Luiz Felipe Campos, na Sala Souza Pepeu. O autor lança o livro Massacre da Granja São Bentosobre o marcante fato histórico registrado durante a ditadura em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife. 

Nas 241 páginas da obraele relata os seis assassinatos brutais da paraguaia Soledad Barret, da checa a Pauline Reichstul, do gaúcho Luiz Edvaldo Ferreira, do baiano Eudaldo Gomes das Silvas e dos pernambucanos Jarbas Pereira Marques e José Manoel da Silva. Os jovens foram mortos por denunciarem as violações dos direitos humanos no Brasil. 

“As seis mortes foram levadas à opinião pública como troféus do combate ao terrorismo. A operação policial foi revestida de heroísmo: a modesta granja transformou-se em campo de treinamento de guerrilha e os mortos foram descritos como perigosos terroristas a serviço de Fidel Castro e do comunismo internacional”, diz o autor na obra. Luiz Felipe dedicou cinco anos à pesquisa sobre um episódio até então nebuloso, por se conhecer dele apenas versões oficiais. 

Ainda com sobre o tema da ditadura militar no País, às 19h30, o publicitário e escritor da Academia Pernambucana de Letras José Nivaldo Júnior bate um papo com o público e autografa o livro O Julgamento de Deus, que narra fatos da época do regime militar no Brasil. Um pouco antes, às 18h30, Frei Damião Silva, intérprete da música Anjo de Deus, em parceria com a cantora Elba Ramalho, apresenta-se no palco principal. 

 

FENAGRESTE 

Local: Espaço Cultural Tancredo Neves – Praça Coronel José Vasconcelos, 100, Centro, Caruaru 

Data: de 10 a 15 de outubro 

Horário: das 9h às 21h 

9 de outubro de 2017 às 20:14h

2ª Fenagreste começa amanhã no espaço Tancredo Neves em Caruaru

O romancista e contista, com 13 obras publicadas, é o homenageado da segunda edição do evento, que tem a peça Romeu e Julieta, com o ator global, como principal atração do dia

Ator Aramis Trindade se apresenta na noite de abertura. (Foto: Reprodução/TV Globo)

Ator Aramis Trindade se apresenta na noite de abertura. (Foto: Reprodução/TV Globo)

O primeiro dia de atividades da 2ª edição da Feira Nacional do Livro do Agreste – Fenagreste, conta com homenagens e apresentações no palco principal, lançamentos de livros e contação de histórias na tenda infantil já a partir das 9h desta terça-feira. A feira, promovida pela Associação do Nordeste das Distribuidoras e Editoras de Livros – Andelivros, a Companhia Editora de Pernambuco – Cepe, com apoio do Governo de Pernambuco e da Prefeitura de Caruaru, segue até o domingo (15), no Espaço Cultural Tancredo Neves, em Caruaru.

A solenidade de abertura do evento, às 17h, com participação do presidente da Cepe, Ricardo Leitão e da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, terá a apresentação cultural de escolas municipais. Logo após, um homenagem será feita ao escritor José Condé, importante autor caruaruense, membro da Academia Brasileira de Letras, pelo também escritor Edson Tavares. “José Condé é um dos grandes nomes que Caruaru legou à literatura nacional. Não podíamos fugir a esta homenagem em seu centenário e, em especial, no mês do seu nascimento. Estamos muito felizes em trazer a Fenagreste a Caruaru”, afirma a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra.

Aramis_Trindade

Aramis Trindade

A partir das 19h, o ator Aramis Trindade apresenta a sua versão do clássico Romeu e Julieta em forma de cordel. A peça traz para a cena o escritor Ariano Suassuna, interpretado por Aramis, resgatando as famosas aulas-espetáculo apresentadas pelo autor paraibano. Na primeira parte da montagem, o ator recita poema de 98 sextilhas, acompanhado pelos músicos Zé da Flauta e Tuca Araújo (na viola de 12 cordas). No segundo ato, é a vez do personagem Ariano Suassuna falar sobre a origem da história de Romeu e Julieta, literatura de cordel, movimento armorial e cultura popular.

Em paralelo aos eventos realizados no palco principal, às 17h, um lançamento coletivo de livros de oito professores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ocupará a sala Vital Santos. Entre os autores, as professoras Sheila Borges, Amanda Mansur e Ana Beatriz Nunes participarão de uma mesa-redonda, com o tema “Os impactos das novas mídias na comunicação: artigos acadêmicos e relatos profissionais”, para falar sobre as novas configurações na comunicação e como é a relação entre consumidor e produtor das notícias.

A publicitária Izabela Domingues lançará seu livro “Publicidade de Controle: Consumo, Cibernética, Vigilância e Poder”, que trata das transformações da publicidade nos últimos 50 anos. Outra obra a ser lançada é “A Aventura do Baile Perfumado: 20 anos depois”, de Amanda Mansur, que resgata a história da realização do filme que venceu o Festival de Brasília de 1996 e inaugurou o vigoroso período de produção audiovisual em Pernambuco que se estende até hoje.

A jornalista premiada Fabiana Moraes faz o lançamento do livro “Jomard Muniz de Britto: professor em transe”, um trabalho de pesquisa que relembra, com fortes pitadas poéticas, as várias facetas da agitada trajetória do professor, filósofo, poeta, cineasta, escritor e agitador cultural. Para finalizar, os professores Eduardo César Maia, Amílcar Bezerra e Gustavo Alonso lançarão a Revista Estudos Universitários, que é uma tentativa de levar o conhecimento feito dentro da universidade para o público mais amplo. A produção intelectual acadêmica pode contribuir efetivamente no debate público de ideias.

Contações de histórias acontecem desde o início da feira, às 9h, até as 18h, na tenda infantil. A Feira Nacional do Livro do Agreste reunirá 50 estandes, onde estarão representadas quase 100 editoras e distribuidoras. A expectativa é reunir, nos seis dias do evento, 60 mil pessoas, entre adultos, jovens e crianças. Todas as atividades são gratuitas.

FENAGRESTE

Local: Espaço Cultural Tancredo Neves – Praça Coronel José Vasconcelos, 100, Centro, Caruaru

Data: de 10 a 15 de outubro

Horário: das 9h às 21h

Fonte: Jornal de Caruaru

9 de outubro de 2017 às 08:07h

Polo Moveleiro de Gravatá vira celeiro de artistas

Mário de Santinha é um artista plástico que adotou Gravatá como sua cidade e nela vive já há um bom tempo. Seu trabalho artístico, fruto do período em que trabalhou com o grande mestre Francisco Brenand na sua oficina na várzea e aprendeu todos os segredos do trabalho com cerâmica e assim trouxe para Gravatá toda essa maravilha de arte com cores vivas que encanta a todos.

Seu último trabalho pode ser visto na Rua Duarte Coelho onde vai funcionar a nova loja Loyde Arte e Decoração e consiste de um belo painel pintado na fachada do prédio. Lá você também vai poder encontrar várias peças de Mário Alexandre como jarras, vasos, pinhas, quadros e futuramente móveis.

Visite Gravatá, conheça o polo moveleiro e se encante com o belo trabalho dos artistas locais que junto com Mário faz a cidade mais bonita, entre esses destacamos Jaisom Nascimento, Cleuton Azevedo, Severino Tomaz, Ricardo Queiroz e tantos outros.

 

 

 

 

8 de outubro de 2017 às 08:03h

Clóvis Matos o homem da “Kombiblioteca”

Severino Tomaz, Larissa a Garota Quixotesca, Clóvis Matos e Márcio Campos na Kombiblioteca

Projeto Inclusão Literária

Clóvis Matos é um idealista! Funcionário da Universidade Federal de Mato Grosso percebeu a necessidade de levar a leitura aos locais mais afastados de seu estado, levando livros para os alunos das escolas que de outra forma não teriam acesso a uma biblioteca. Além disso, ao visitar feira de livros, Clóvis perguntava às pessoas porque elas não compravam livros. Em geral, a resposta era porque não tinham dinheiro, porque o livro era uma coisa cara.
A partir dessa necessidade montou um projeto denominado “Inclusão Literária” que consiste no recebimento de livros doados que são colocados numa Kombi, ou seja, uma “Kombiblioteca” e em seguida levados às comunidades carentes de forma voluntária.
Hoje, mais de dez anos depois do lançamento do projeto Clóvis conseguiu pequenos patrocínios e assim ficou com mais liberdade para levar seu projeto a outros estados, como é o caso da participação na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, ao lado de seu fiel escudeiro o Márcio Campos, um ator que acompanha o Clóvis e também encena peças teatrais sobre literatura para as crianças.
Assista o vídeo abaixo e conheça um pouco mais da história de “Clóvis Matos o Condutor de Livros”.
Acesse: www.blogdotomaz.com.br

7 de outubro de 2017 às 14:39h

Eu leio Brasil um projeto para prestigiar os autores nacionais

Janaína Rico bate-papo com Tomaz na Bienal do Livro

Pernambuco vive o clima de arte e literatura com a realização da XI Bienal Internacional do Livro e o jornalista Severino Tomaz conversou com a escritora brasiliense Janaína Rico e com seu filho Luiz Berto que cuida da manutenção do site do projeto “Eu Leio Brasil” que tem como objetivo divulgar e promover s escritores nacionais.

O projeto conta com um site www.euleiobrasil.com.br e também com uma revista sobre as bienais, além de espaço para publicação de material literário dos autores brasileiros. Em geral os dois visitam os eventos ligados às artes e à literatura para expor o trabalho de autores nacionais que de outra forma não apresentariam seus trabalhos.

Conta Janaína que o projeto surgiu quando ela sentiu dificuldades de colocar seus livros no mercado, visto que ninguém dar valor ao escritor nacional. Assim, dificilmente se encontra nas livrarias material dos escritores brasileiros e foi com o sentimento de gritar e colocar os trabalhos nativos para o público que começou o site.

Vários escritores se uniram e começaram a publicar e hoje já existe um bom número de autores no catálogo da “Eu Leio Brasil” que virou referência no mercado nacional.

Serviço:

Eu Leio Brasil
www.euleiobrasil.com.br
euleiobrasil@gmail.com

6 de outubro de 2017 às 05:41h

XI Bienal do livro de Pernambuco começa hoje

Começa hoje a mais importante Bienal do Livro do Norte e Nordeste e a terceira maior do Brasil no Centro de Convenções, em Olinda. Em sua 11ª edição, a tradicional feira literária pernambucana tem como homenageados os escritores Fernando Monteiro e Lima Barreto (in memoriam).

A Bienal do Livro, além de consolidada pelo sucesso alcançado junto ao público e ao mercado editorial e livreiro, foi incorporada, em caráter oficial, ao calendário de eventos de Pernambuco, através da Lei 14.536, de 13 de dezembro de 2011. Trata-se de um dos momentos culturais mais aguardados no Nordeste, com público de diversos municípios e de outras partes do País.

A Bienal Internacional do Livro de Pernambuco oferece um retorno de imagem relevante para patrocinadores, apoiadores e parceiros, que comungam da visão de que o investimento em educação é um dos pilares do desenvolvimento social – e tal investimento não pode deixar de estimular a paixão do cidadão pela literatura, especialmente nas crianças e adolescentes.

A XI Bienal Internacional do Livro de Pernambuco contará com espaços diferenciados para palestras, oficinas literárias, bate-papos, apresentações infantis, culturais e outras atividades. No Além das Letras serão realizadas apresentações culturais, recitais poéticos e contação de histórias para crianças de todas as faixas etárias.  O Círculo das Ideias é o coração dos debates da Bienal. Por lá vão passar os principais autores convidados do evento, em uma programação variada de oficinas, seminários e mesas de debates. Com o Mundo Geek, o universo da cultura pop será representado por ações desde a participação de cosplays a rodas de discussão sobre literatura fantástica. Os autores convidados poderão apresentar suas obras em local adequado para se discutir literatura nerd e geek, filmes e games.

Autores confirmados:

 

 

 

 

 

Contatos:

 

Rogério Robalinho

Coordenador-Geral

rogerio@cia-eventos.com

(81) 99133-0885

 

Samuel Santos

Vendas

comercial@cia-eventos.com

vetor.representacaoecomercio@

(81) 99123-5152

3 de outubro de 2017 às 12:03h

Uma gestão marcada por denúncias de irregularidades

A gestão do prefeito Joaquim Neto vem sendo marcada pelo grande número de denúncias feitas ao MPPE sobre supostas irregularidades cometidas pelo prefeito que foi eleito em 2016. Esse é o seu terceiro mandato e nos outros ele também teve que se explicar na justiça várias vezes, inclusive acusando que foi vítima de falsificação de assinatura quando do julgamento de suas contas pela câmara.

No atual mandato tudo começou com a licitação do Rio Ipojuca, depois veio a questão da merenda, agora surge as denúncias de favorecimento já aceitas pelo MPPE que decidiu instaurar inquérito civil para apurar favorecimento do atual prefeito Joaquim Neto a doadores de campanha através da concessão de empregos na prefeitura e na elaboração de supostos contratos fraudulentos beneficiando amigos e colaboradores num claro indício de crime de responsabilidade e improbidade administrativa.

O prefeito Joaquim Neto faz oposição ao governo Paulo Câmara e ainda ontem embargou obras de saneamento realizadas pela Flamar empresa contratada pela Compesa para implantar os serviços que estavam sendo realizados nas margens do Rio Ipojuca.

Vamos aguardar a defesa do prefeito Joaquim Neto sobre mais essa acusação.

Veja abaixo o documento do MPPE que instaurou o inquérito:

 

3 de outubro de 2017 às 06:32h

c

A Academia Pernambucana de Letras viveu ontem um momento muito especial ao receber o lançamento do livro sobre a vida do líder político Marco Maciel, membro da academia e que sofre do mal de alzheimer e por isso não compareceu à solenidade sendo representado pela sua esposa Ana Maria Maciel.
O livro “Marco Maciel, um artífice do entendimento”, foi escrito pelo jornalista Ângelo Castelo Branco e conta toda trajetória do deputado estadual, federal, senador, governador e vice presidente da República Marco Maciel, rico em detalhes e fotos, visto que o biógrafo trabalhou com o biografado sendo assim um testemunho vivo de fatos importantes de nossa história desde o período militar 1964 até a redemocratização em 1979 e depois na Nova República.
Muitos convidados que conviveram com Marco Maciel estiveram presentes como os ex governadores Roberto Magalhães e Joaquim Francisco, além de políticos de todos os partidos e também ex assessores do maior líder político do estado e que agora entra definitivamente para a história através do livro escrito dentro da coleção Memória, da Companhia Editora de Pernambuco.

2 de outubro de 2017 às 11:17h

Vereador investigado por dívida de U$ 500 mil dólares em jogo

No dia do vereador a população de Gravatá é surpreendida por notícias publicadas na mídia sobre a possível investigação de um vereador da cidade, pela interpol (polícia internacional) que teria assumido uma dívida de mais de R$ 1 milhão – U$ 500 mil, em jogos em um cassino internacional nos Estados Unidos.
Segundo as notas publicadas a interpol não revelou o nome do vereador com o objetivo de evitar prejuízos ao processo investigativo e dessa forma não sabemos se esse vereador é da base de sustentação do governo ou da bancada de oposição.
Entretanto, cabe a câmara se posicionar a respeito do assunto de forma oficial visando conter especulações e salvaguardar o nome dos vereadores que não estão envolvidos nesse caso.
O blog vai acompanhar as investigações e assim que tiver mais novidades trará ao conhecimento público.