3 de novembro de 2014 às 13:03h

Gravatá vai mudar de nome e vai se chamar Gravatareira

O prefeito de Gravatá, Bruno Martiniano, decretou estado de emergência, mesmo com chuvas na cidade, alegando estiagem prolongada e depois viajou a passeio para a cidade de São Paulo.

Diz a oposição com ironia que ele gosta muito de seca e então foi fazer turismo na cantarei a é ver como os paulistanos se divertem sem ter água nem para tomar banho.

Segundo um vereador da base oposicionista é provável que quando ele chegar do Sul faça um novo decreto trocando o nome da cidade que padaria a se chamar Gravatá reina,  em homenagem a secura que para alguns só existe só existe no decreto municipal.

3 de novembro de 2014 às 09:06h

Cabra macho é homem que leva “dedada”

dedada

Novembro é mês de cabra macho e cabra macho é homem que leva “dedada”

A maioria dos prédios públicos estão pintados de azul, numa alusão ao mês do alerta contra o câncer de próstata.

Nos próximos trinta dias o Brasil vai viver intensas campanhas para despertar o público masculino sobre a necessidade de realizar o exame contra o câncer prostático que é o tipo de  tumor cancerígeno que mais mata no nosso país.

A próstata tem o tamanho de uma castanha e é responsável pela formação do esperma juntamente com outros líquidos seminais, fica localizada próxima ao colo retal e o exame deve ser feito por indivíduos do sexo masculino a partir dos 45 anos de idade.

Lembrando que quanto mais  cedo o problema for identificado maior a chance de cura.

Até agora não vimos nenhuma ação da Prefeitura de Gravatá para alertar o público masculino sobre a importância de fazer o exame e assim descobrir se está ou não com a doença.

2 de novembro de 2014 às 17:26h

Show com o cantor gospel Armando Filho em Gravatá

armando filho gospelA Igreja Internacional da Graça de Deus em Gravatá completa 13 anos e trás o cantor goespel de renome nacional Armando Filho para se apresentar durante o evento.

O convite à população está sendo feito pelo pastor Davi Castro para comemorar os treze anos de atividade da denominação religiosa no município que acontece no próximo dia 24 de novembro às 19 horas, na sede da igreja que fica na rua Joaquim Nabuco, 62 – Pátio da feira.

Ao final um culto de ação de graças encerrará as festividades com a repartição do bolo entre os presentes.

2 de novembro de 2014 às 13:16h

Nunca antes nesse país se mentiu tanto

O jornalista Albert Dines do observatório da imprensa fazendo uma análise sobre as eleições onde crítica o comportamento do PT, representado por Lula e  por Dilma Roussef e também a mídia no seu processo de cobertura do processo eleitoral.

Além disso, praticamente acusa a justiça eleitoral de omissa e até permissiva, fechando os olhos para a desconstrução dos candidatos, num claro assassinato de reputações vendendo falsas imagens de seus adversários.

Parafraseando uma frase de efeito usada a exaustão pelo ex – presidente Lula, Nunca antes na história desse país, o jornalista faz severas críticas aos meios de comunicação, em particular a Revista Veja com a publicação sem provas de denúncias envolvendo a presidente e candidata Dilma Roussef e Lula nas falcatruas da Petronas.

A única área que o jornalista ñão cita e não ataca é a das pesquisas eleitorais que também devem ser condenadas pelo desserviço que causam à nação com a divulgação de levantamentos tão esdrúxulos e desencontrados durante o pleito tão bem pesquisado da eleição.

Portanto, está aí uma boa leitura para a tarde do domingo.

1 de novembro de 2014 às 12:05h

Nota de esclarecimento da GTA NET

Gravatá, 01 de Novembro de 2014

A GravataNet vem através deste informar que o problema o qual foi relatado encontra-se solucionado  foi realizando em menos de 48 horas  após o registrado de solicitação de numero 91664, na ocasião aberto  pelo Sr.Severino Tomaz de Aquino, o requerimento foi encerrado após o contato com a Sra.Luna pelo fone informado para  contato e a mesma informou que foi normalizado.

Não consta nenhuma solicitação com pendência no momento de queda ou lentidão em nossa rede.

Esta empresa a mais de 14 (quatorze) anos no mercado sempre estará pronta a atender.

 

Desde de já agradecemos a atenção e preferência !

 

GravataNet Ltda – Provedor de acesso a rede de telecomunicações.

Nota do Editor:

Confirmamos que o problema foi  resolvido conforme informa a nota da empresa e pedimos desculpa por não ter informado aos nossos leitores, que fomos atendidos de forma rápida e eficiente pela Gtanet, da qual somos clientes há mais de 10 anos e cujos serviços recomendamos aos gravataenses.

1 de novembro de 2014 às 06:49h

Mercado Imobiliário de Gravatá pede socorro

A maioria dos corretores imobiliários de Gravatá e de representantes da cadeia da construção civil da cidade não sabem mais o que fazer. A cidade parou. A construção civil estancou. As vendas despencaram. Os armazéns de construção estão em situação de desespero, com alguns empresários abrindo lojas em outras cidades, a exemplo de Santa Cruz do Capibaribe que está ampliando o seu parque construtivo.

Dois anos depois de eleito e proibindo qualquer tipo de habite-se especial, sem antes de promover a modificação da Lei de Uso e Ocupação do Solo, o prefeito condenou pedreiros, serventes, técnicos, engenheiros, além de investidores, incorporadores e construtores a entrarem em processo de estagnação e literalmente darem adeus ao ano de 2014 e entrarem 2015 sem nenhuma perspectiva de melhoria.

Projetos demoram a serem aprovados, a não ser alguns que são aprovados mais rapidamente e beneficiam alguns corretores, que venderam de uma só vez 44 (quarenta e quatro lotes) a um parente do prefeito (o seu sogro), como aconteceu no caso do loteamento Baraúnas e que foi denunciado pelo vereador Luiz Prequé, pedindo abertura de CPI para investigar o caso.

Além disso, o prefeito vive decretando estados de emergência, o que já soma mais de 12 meses, causando temor nos investimentos imobiliários que poderiam ser atraídos para a cidade e assim criando mais dificuldades para que o setor, que é responsável pela sustentação econômica do município, retome as suas energias e volte a fomentar o desenvolvimento e o crescimento econômico.

É provável que Lei de Uso e Ocupação do Solo só volte a funcionar lá pelo último no de gestão do prefeito e por enquanto o que vemos é a permissividade com algumas obras que não cumprem as normas exigidas sendo construídas nas principais avenidas, sem placas de construção e sem obedecer a legislação, numa clara indicação de favorecimento político o que denigre a imagem de austeridade e honestidade, tão propalada na campanha e nunca posta em prática depois da posse.

É preciso que a sociedade se mobilize e cobre dos vereadores de oposição as mudanças no Plano Diretor para que a cidade volte a crescer.

1 de novembro de 2014 às 06:27h

Aberrações a que a reforma política deveria acabar

Um dos mecanismos de cooptação de lideranças que a reforma política deveria acabar seria com a permissão de governantes convidarem vereadores para assumirem cargos no executivo.

Os eleitores votaram nos parlamentares para que eles atuassem no legislativo, fiscalizando as ações da administração e elaborando projetos de lei para beneficiar os cidadãos. Entretanto, alguns vereadores ao assumirem os seus mandatos são convidados pelo prefeito eleito para serem secretários e assim deixam a câmara e vão para a prefeitura sem sofrerem nenhum tipo de prejuízo.

Além disso, ainda abrem a oportunidade do suplente se tornar vereador enquanto durar o afastamento do licenciado, colocando nas mãos do prefeito mais um defensor de suas políticas e mais um soldado para a sua base de sustentação, num claro ato de cooptação política, pois aumenta o universo dos que vão apoiar a administração, formado por aqueles eleitores do novo vereador que estava na suplência e que esperam serem beneficiados com a sua posse.

Enquanto o prefeito aumenta o seu leque de apoio a população perde um fiscal que poderia integrar a bancada de oposição e assim denunciar os desmandos e ampliar a quantidade de votos, diminuindo a bancada de sustentação do prefeito e garantindo maior rigor nos gastos públicos.

O suplente que assume não deve satisfações ao executivo e está tomando posse como vereador, no lugar do que se licenciou para assumir uma secretaria, através de um mecanismo legal e não de uma troca de favores. Se o prefeito quer convocar um vereador que foi da oposição e dar a oportunidade de outro vereador da oposição assumir é problema dele.

O que é condenável é o suplente ter o seu passe negociado como se fosse jogador de futebol para poder assumir: “olha se você vier para o meu lado, eu convoco ele para a secretaria e você assume o mandato, topa?”. Este provavelmente deve ser o diálogo entre o prefeito, o vereador convocado e o que vai assumir e a resposta todos nós já sabemos qual é.

O suplente de vereador Paulo Farias (PRP), que foi candidato pela oposição, assumiu como suplente no lugar do vereador Neto da Banca, que também foi eleito pela oposição e foi convocado pelo gestor para assumir a secretaria de governo. No mesmo instante em que se tornou vereador, Paulo Farias passou a ser aliado do prefeito.

É por isso que a cada eleição muitos desses políticos vão perdendo votos, porque acima de tudo perdem a credibilidade. A reforma política se vier, deveria obrigar o vereador que quiser ser secretário a renunciar ao seu mandato.

Com certeza não teríamos mais nenhum desses parlamentares que são eleitos pela situação ou pela oposição mudando de lado em função desse artifício arcaico e atrasado que torna a política cada vez mais repulsiva.