15 de setembro de 2014 às 10:47h

Marina chora de mentira, como Lula e Dilma também já choraram e como choram todos os políticos.

Política & Políticos

Marina chora de mentira, como Lula e Dilma também já choraram e como choram todos os políticos

Esta será a coluna política do www.blogdotomaz.com.br e vai estar muito mais preocupada com o que a mídia publica, como publica, porque publica e o  que ganha com essa publicação.

Quem entra na política sabe em pouco tempo que é um ambiente onde ninguém tem palavra. Onde todos traem, enganam, mentem e mentem muito. E os crentes que estão lá também são assim! Não são diferentes de ninguém.

É a regra!

Não adianta Marina se fazer de sentida porque Lula está fazendo com ela o que aconteceu com ele em eleições passadas. Ela vai fazer a mesma coisa quando chegar ao poder. Nenhuma diferença.

Mas não é isso que deve nortear a nossa de visão de votar em Dilma ou Marina porque se as duas mentem e engana  e se aliam com quer que seja (Sarney por exemplo, para garantir a governabilidade a nossa decisão tem de se dar em cima do que já foi feito pelo PT e de como foi feito.

Algumas coisas até foram feitas pela legenda que está há doze anos no poder. Mas a forma como feita deixou a desejar. A política mais nojenta, ,mais corrupta, a forma mais atrasada de negociação de aprovação de projetos, os desvios mais descarados que a população já viu.

Mas tudo isso ainda é pouco diante da cara de pau dos que dizem: “Eu não sabia de nada”.

Por isso a nossa decisão tem que ser tomada em cima de uma coisa simples: Mudar, para ver se a nova prática que vai ser adotada pelo novo mandatário é menos nociva ao País da que foi aplicada pelos que estão no poder.

Mudar para ver se muda. Só isso! SE não mudar, mudamos de novo. Marina disse que só ficaria um mandato. Se ela ganhar a eleição presidencial e quiser continuar, mudamos de novo.

Essa deve ser a única regra do eleitor. Mudar sempre.

Mude e assim você estará contribuindo para melhorar o sistema político.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.