26 de dezembro de 2017 às 07:16h

Gravatá tem um dos melhores natais dos últimos anos

Cidade lotada, decoração natalina chamando a atenção de turistas e moradores, espetáculos de dança e teatro gratuitos para todos, privês e hotéis com suas acomodações completas, comércio funcionando a todo vapor, enfim como disse antes, “às vezes é preciso voltar ao passado, para chegarmos no futuro” e foi isso que aconteceu, voltamos ao passado elegendo Joaquim Neto que já foi prefeito, para ser prefeito novamente e dessa forma voltarmos a ter a nossa cidade no seu lugar de destaque.

O ano termina, 2018 já bate na porta, doido para entrar e ser o caminho de mais um ano de recuperação e busca de projetos e resultados positivos para a população e para todos nós que acreditamos e investimos em Gravatá, que apesar de não sermos filhos naturais da cidade, fomos aceitos e nos tronamos, através de um título concedido pela câmara, cidadãos desse município agrestino, forte e determinado a ser destaque nacional.

Que 2018 possa ser o ano das realização e das execuções dos projetos, saindo do campo dos sonhos e adentrando a realidade que vai provocar mudanças verdadeiras e duradouras no sentido de gerar oportunidades e empregos, garantindo condições dignas de sobrevivência aos gravataenses que anseiam por gestores comprometidos com o desenvolvimento da cidade, como é o caso do atual gestor Joaquim Neto que com sua garra e com sua vontade supera obstáculos impostos pela burocracia e faz as coisas acontecerem, como é o caso do Natal de Luz e Paz que vivenciamos.

O mercado imobiliário volta a ser opção econômica em conjunto com a indústria do turismo aumentando a possibilidade de renda para muita gente que terá de volta o seu emprego nas chácaras, nos privês e também na construção civil.

Convoco a todos àqueles que acreditam em Gravatá para fazermos a nossa parte ajudando no processo de mudança de mentalidade e dando a nossa contribuição na melhoria da qualidade de vida dos nossos munícipes, limpando a frente de nossa casa, não jogando lixo nas ruas, iluminando a nossa rua e decorando o nosso comércio.

Que 2018 seja o ano da virada! Virada de mentalidade, de comportamento e acima de tudo de um pensamento cristão e solidário para o bem de todos.

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.