15 de outubro de 2014 às 06:11h

“Do primeiro voto a decepção da Mudança”

Pois é assim que começa a história de um jovem em seu primeiro voto, aos 16 anos em 2004, esse jovem cheio de sonhos, mesmo sem obrigação de votar, resolve tirar o seu título de eleitor, para votar nesse atual gestor que aí está. E sendo assim, lá foi o jovem dar o seu voto no atual prefeito da cidade. Estava ele todo convicto, que estaria fazendo a coisa certa, pois o jovem não estava satisfeito com a atual administração do outro gestor de 2004, por isso votou por mudança, no 25 da época.(chora minha vaquinha, chora)

Enfim, o candidato não venceu, e a “vaquinha chorou”.
Passaram-se mais 4 anos e chegou 2008, e o jovem já com 20 anos, vota mais uma vez no candidato que vivia pregando “A MUDANÇA” e mais uma vez o candidato perde as eleições, por 90 votos de diferença, o jovem sofreu por mais uma vez a derrota do seu candidato, e dessa vez quem chorou foi o (“gato 14”) sofreu também com as agitações dos amigos, dizendo que o candidato dele era fraco e etc etc…
Mas até aí tudo bem, pois o jovem eleitor não iria desistir do seu desejo pela tal “MUDANÇA”.
A vida segue, e o jovem continua sua vida normalmente trabalhando, mas torcendo para que chegasse logo as eleições de 2012.
E enfim!!! Esse grande dia pro nosso jovem chegou, estaria perto de acontecer a tal “MUDANÇA?”.
Pois é, lá vai aquele jovem com o mesmo desejo de ver o seu candidato 14!!! Enfim ganhar as eleições, torcendo para que dessa vez o “GATO” saísse vitorioso. E não deu outra, com mais de 26 mil votos, o sempre derrotado candidato, se consagrou campeão de votos e da eleição…
Só que a tal “Mudança” que o Jovem lá no início acreditava que iria acontecer, enfim aconteceu, só que foi pra PIOR. Esse jovem estava trabalhando na construção civil de Gravatá, e o Prefeito da “MUDANÇA,” PARA PIOR, hoje emperra a construção civil do município, e o Jovem que acreditou nele, lhe dando o seu primeiro voto lá em 2004, teve que sair da sua terra para não passar necessidades com sua família.
Essa história é real, foi contada por um amigo meu, que hoje não quer nem ouvir falar o nome do atual Prefeito de Gravatá, de tamanha REVOLTA E ARREPENDIMENTO.
Agora eu lhe pergunto prefeito, o senhor consegue por a cabeça no travesseiro, e dormir depois de uma história dessa senhor prefeito?

Este texto foi publicado originalmente na página do internauta Eduardo Cassapa

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.