8 de outubro de 2017 às 08:03h

Clóvis Matos o homem da “Kombiblioteca”

Severino Tomaz, Larissa a Garota Quixotesca, Clóvis Matos e Márcio Campos na Kombiblioteca

Projeto Inclusão Literária

Clóvis Matos é um idealista! Funcionário da Universidade Federal de Mato Grosso percebeu a necessidade de levar a leitura aos locais mais afastados de seu estado, levando livros para os alunos das escolas que de outra forma não teriam acesso a uma biblioteca. Além disso, ao visitar feira de livros, Clóvis perguntava às pessoas porque elas não compravam livros. Em geral, a resposta era porque não tinham dinheiro, porque o livro era uma coisa cara.
A partir dessa necessidade montou um projeto denominado “Inclusão Literária” que consiste no recebimento de livros doados que são colocados numa Kombi, ou seja, uma “Kombiblioteca” e em seguida levados às comunidades carentes de forma voluntária.
Hoje, mais de dez anos depois do lançamento do projeto Clóvis conseguiu pequenos patrocínios e assim ficou com mais liberdade para levar seu projeto a outros estados, como é o caso da participação na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, ao lado de seu fiel escudeiro o Márcio Campos, um ator que acompanha o Clóvis e também encena peças teatrais sobre literatura para as crianças.
Assista o vídeo abaixo e conheça um pouco mais da história de “Clóvis Matos o Condutor de Livros”.
Acesse: www.blogdotomaz.com.br

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.