22 de março de 2018 às 19:47h

Homenagem pelos 40 anos de serviços prestados à comunicação do Recife

Recebi na manhã de Hoje na sede do RECIPREV, das mãos do presidente da entidade, Dr. Manoel Carneiro, uma homenagem da Prefeitura do Recife pelos 40 anos de serviços prestados ao município do Recife na área de comunicação.
Iniciei as minhas atividades em 1976, passando a atuar na imprensa em 1978, onde em vários cargos, pude contribuir com o desenvolvimento da comunicação pública. Atravessei todas as fases desde a máquina de datilografia, passando pelo telex e fui responsável pela transição e chegada dos computadores implantando toda informatização da secretaria de imprensa, durante a 1ª gestão do prefeito Jarbas Vasconcelos, em 1985, sendo inclusive homenageado pela câmara recebendo uma medalha pela transformação imposta ao serviço de imprensa da prefeitura como coordenador do Grupo de Trabalho que implantou o novo modelo de gestão da comunicação da prefeitura.
Agora recebo o diploma que me homenageia pela minha dedicação em servir, em ajudar no desenvolvimento da comunicação pública e em contribuir com todas as gestões desde o prefeito Gustavo Krause em 1979, quando foi implantada a Empresa de Obras do Recife, até a do Dr. Roberto Magalhães no ano 2000.
Aproveito para agradecer ao prefeito Geraldo Júlio, ao presidente do Reciprev, Manoel Carneiro e a todos que passaram pela minha vida profissional nesse período, me despeço dos meus colegas servidores e dizer que continuarei em novos projetos, pois o desafio é o que me move sempre. A vida é sempre abundante quando pensamos em ajudar e colaborar com todos os que necessitam de nosso apoio.

 

22 de março de 2018 às 17:51h

ENTENDA POR QUE O CRÉDITO IMOBILIÁRIO NÃO ACOMPANHA A SELIC

19 de março de 2018 às 05:54h

O corretor de imóveis e a morte da tabela sagrada da comissão

A vaca morreu

“A tabela de honorários do corretor é a vaca sagrada da família pobre”

Essa discussão da Tabela de Honorários do corretor de imóveis lembra àquela história do discípulo que caminhava junto com seu mestre e encontra uma família apenas com uma vaquinha de onde tiravam um pouco de leite todos os dias e assim permaneciam na mesma situação de carência a vida toda.

O discípulo pergunta ao mestre o que poderia mudar aquela situação e o mestre ao invés de responder parte para a ação. Vai até a família, pega a vaca e joga num abismo. Um ano depois ao  voltar ao mesmo local a família era outra, a terra produzia, muitos trabalhadores colhiam produtos, uma casa nova foi construída e assim aconteceu uma mudança significativa depois que aquela família perdeu o que para ela era a única forma de sobrevivência.

Concluindo: a vaca daquela família representa a tabela que garante a comissão aos corretores de imóveis.

Já falei antes sobre a mudança da profissão do corretor de imóveis como os novos modelos de negociação impostos pela tecnologia e pelas alterações mercadológicas vão fazer com que somente os especialistas mais capacitados e mais preparados é que farão a diferença no mercado. Disse que muitos iriam virar camelôs imobiliários gritando aos quatro ventos para atrair clientes para os seus produtos e negociando a sua comissão de qualquer jeito e por qualquer valor.

Essa realidade já chegou para todos àqueles que não estudam, não se capacitam, não se , não têm cacife para trabalhar somente com exclusividade, não se tornam excelentes para cobrar comissões diferenciadas e com certeza muitos deles deixarão a profissão optando por outras áreas de atividade como vem acontecendo em função da crise.

O valor da sua comissão é você, CORRETOR  CAPACITADO, quem vai negociar livremente com o cliente, sem amarras, sem valores pré-determinados, sem imposições. É a livre negociação do sistema capitalista em que vivemos e o mercado liberal sem estatização, sem interferência do governo.

Você vai cobrar pela sua excelência, pela sua especialização e pela experiência, conhecimento e bagagem que traz na sai aprendizagem e na construção de seus relacionamentos. Esqueça esse negócio de tabela. Parta para o mercado com garra, com vontade e vá buscar o cliente onde ele estiver.

O que está faltando no mercado não é lei para garantir valor de comissão, o que está faltando são clientes, pois produtos tem demais. O que está faltando são profissionais preparados e diferenciados para prestarem um serviço de qualidade e “exigirem” isso mesmo exigirem comissões bem mais valiosas do que 3, 4, 5 ou 6%.

Crie sua própria tabela e mostre que você é bom, competente, conhece a profissão, tem capacitação e especialização para cobrar valores diferenciados e saia da zona de conforto, jogue sua vaca (tabela de honorários) no abismo e vá produzir na sua “terra” de oportunidades que é o mercado imobiliário.

Tomaz de Aquino
jornalista, corretor, perito avaliado e escritor

16 de março de 2018 às 11:28h

Quer ser corretor de imóveis? Venha para o grupo Intreface

Estaremos hoje o dia todo de plantão no Colégio Alpha, na rua Deolindo Tavares, ao lado do Shopping Difusora, para fazer a sua matrícula e assim em apenas 10 meses você tirara a sua carteira do Creci se tornar um profissional de intermediação imobiliária. Para mais informações ligue: 81 – 981644099 e fale om João Calixto.

13 de março de 2018 às 04:32h

É hora de tomar uma dose de “Atitude” positiva

Na vida o que faz a diferença é a ATITUDE que você tem diante das situações!

Ela não substitui a competência, não toma o lugar da experiência, mas com toda certeza faz com que a pessoa tenha mais oportunidades consiga mais resultados sejam emocionais, financeiros, sociais, etc.

Se você não pode mudar alguma coisa, mude sua atitude com relação a essa coisa e sua vida será diferente. Por conta de uma atitude errada somos condenados a perder momentos de alegria, a deixarmos de ter bons amigos, a fazermos coisas boas e encararmos a vida com disposição, com vontade e com garra.

Tudo isso por conta de nossa atitude para com determinados acontecimentos, variadas situações e inúmeras pessoas. Sem atitude ou sem mudar a sua atitude dificilmente você vai conseguir os resultados que tanto almeja.

Pense qual é o seu problema para com você mesmo, para com os outros e para com qualquer outra situação, reflita, pense, nas várias formas de mudar essa situação e escolha aquela que vai trazer menos prejuízos para você e para todos com os quais você convive.

Só vive quem tem atitude e só vive bem quem tem atitudes positivas para coisas negativas.

12 de março de 2018 às 07:04h

O Gato e a Rolinha ou o Corretor e o Cliente

Ao sair para caminhar logo cedinho de manhã, me deparei na rua que levava ao Parque da Cidade, com uma cena típica de uma luta pela sobrevivência: um gato tentava caçar uma rolinha que estava na rua bicando a gramínea que nascia no canto do muro e também alguns pequenos grãos pelo chão de terra batida.

O gato estava há uns dois metros e meio do objetivo e caminhava lentamente para se aproximar e alcançar um ponto de onde pudesse desfechar o seu ataque e agarrar aquela rolinha que parecia nem perceber a aproximação lenta, calculada, silenciosa do felino.

Nesse momento o cérebro do gato produzia cortisol a substância que nosso cérebro produz quando estamos sob estresse e que serve para que nós lutemos ou desistamos da luta. No caso do gato a produção de cortisol servia para que ele planejasse o seu ataque. Já o cérebro da Rolinha produzia dopamina outra substância do nosso cérebro, ligada ao prazer.

A Rolinha estava feliz, bicava o chão, arrancava um fiozinho de grama e saltitava aqui e ali. Mas o gato se aproximava, chegava cada vez mais perto, caminhava agachado, passo a passo, devagarinho. Quando chegou a mais ou menos um metro da presa, ele parou completamente, ficou imóvel, concentrando toda sua energia no golpe que iria desferir contra o pássaro.

Quando tudo parecia consumado e o cérebro do gato já começava a produzir a dopanina da alegria de saborear aquela ave, eis que fatores externos alteram o rumo do seu plano. No momento em que a Rolinha se virou para a parede dando as costas para o gato e ele partiu para o ataque, uma moto fez barulho e a Rolinha ficou alerta e no mesmo instante um outro gato que não se preparou, que chegou de repente correu também para agarrar a Rolinha que rapidamente voou.

Que lição essa caçada nos dá?

A mesma coisa acontece em nossa vida todos os dias. Imagine você sendo um corretor e tendo um cliente no seu foco para realizar uma transação imobiliária. Você está concentrando toda sua energia nesse cliente? Esse cliente é realmente seu foco? Você está atento aos fatores externos, como um outo corretor atrapalhando a sua venda? Você sabe a hora exata de dar o “BOTE” de atacar?

Um corretor de imóveis tem que agir como aquele gato. Concentrar toda sua energia, todo seu foco no cliente com o qual está negociando. Deve eliminar qualquer risco externo de colocar obstáculos na sua negociação, afastando as variantes que influam na desistência do comprador, ou seja não dar chance do seu cliente ganhar voo.

Para isso você tem que usar a sua carga de cortisol para se preparar para o ataque e permitir que o cérebro do cliente produza dopamina para sentir prazer. Essa é a hora onde vão entrar as estratégias de vendas que falaremos delas depois.

Concentre seu foco. Acorde hoje e busque aquele cliente que quase fecha o contrato e vá atrás dele, tente realizar a venda, faça dela o seu compromisso no dia de hoje e consiga atingir o seu objetivo e comemore o resultado.

Por Tomaz de Aquino
jornalista, corretor, professor e escritor

10 de março de 2018 às 07:20h

REGISTRO PROFISSIONAL VALORIZA CORRETORES DE IMÓVEIS

Recém-publicada no Diário Oficial da União, a Resolução Cofeci 1058/17 aprimora o registro dos profissionais imobiliários em nosso Sistema. A partir de agora, para se registrar na profissão o candidato terá que apresentar o diploma de conclusão do CURSO de  TTI – TÉCNICO DE TRANSAÇÕES IMOBILIÁRIAS ou do CURSO SUPERIOR DE GESTÃO IMOBILIÁRIA devidamente registrado na Secretaria de Educação, ou no Sistema Sistec/MEC. Essa medida valoriza a nossa categoria e responde à grande demanda de pedidos de registros provisórios existentes em todos os Regionais. Tenho orgulho em ser corretor de imóveis.

 

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e chapéu
Por João Teodoro Cofeci

Nota do editor

Isso mostra como é importante para alguém procurar um corretor credenciado, com a sua carteira do Creci para realizar uma transação imobiliária, saindo das mãos de oportunistas e estelionatários que só querem tirar proveito da necessidade dos clientes. Dessa forma a profissão de corretor de imóveis vem a cada dia ganhando mais destaque na sociedade em breve com certeza a sua diplomação será somente mediante o cursos superior, portanto, aproveite e faça logo um curso Técnico para corretor de imóveis,porque em 10 meses você terá seu diploma. ganhará uma profissão valorizada no mercado e tirará o seu número do Creci.

Acesse: www.unicorretor.com.br ou passe um zap para Tomaz – 81 9.99892523 e seja um corretor de imóveis.

9 de março de 2018 às 06:16h

Gravatá ganha unidade do Interface Capacitação Imobiliária

Nenhum texto alternativo automático disponível.

O INTERFACE – CAPACITAÇÃO IMOBILIÁRIA abre uma unidade em Gravatá para oferecer à região do agreste cursos técnicos destinados à formação de corretores de imóveis, de bons vendedores e também de líderes em diversas áreas empresariais.

Na Área Imobiliária

Serão oferecidos cursos de:
Avaliação de Imóveis, com direito a inscrição no Cadastro Nacional de Corretores de Imóveis – CNAI,
Documentação Imobiliária,
Terrenos de Marinha,
Negócios Internacionais na Flórida,
Captação de Produtos e Clientes.
Além do Curso de TTI – com aulas de forma presencial nas cidades de Caruaru e Gravatá.
Na Área Empresarial

Você contará com cursos de:

Técnicas de Vendas
Oratória
Redação
Liderança
Empreendedorismo
Para reforçar o aprendizado serão oferecidos treinamentos, palestras, workshops com objetivo de fortalecer o conhecimento e garantir melhores condições para o aluno se transformar numa liderança vencedora.

SERVIÇO:

INTERFACE – CAPACITAÇÃO IMOBILIÁRIA
Av. Agamenon Magalhães, 317 – Centro Gravatá – CEP 55642-210
www.unicorretor.com.br
Fones: 81 – 3563.0012 / 9.93306890 e 9.99892523

8 de março de 2018 às 05:46h

Homenagem às mulheres no dia internacional da mulher

Deus fez tudo direitinho

O homem fez de qualquer jeito

A mulher fez com todo carinho

O homem um rascunho muito mal desenhado

A mulher um desenho muito bem feito

Um monumento muito bem acabado

2

Ao homem deu a rudeza

A força bruta, a desatenção

A mulher deu a beleza

A meiguice e a compaixão

Deu ainda de quebra

Uma grande intuição

3

Para ser mãe Deus a preparou

E lhe deu o direito de amamentar

Ao homem só ser pai restou

Pra mulher ainda ficou o criar

E Deus ainda lhe deixou

O verdadeiro sentido do verbo amar4

4

Por isso falar da mulher

É falar de um ser sem comparação

Que preenche da cabeça até o pé

Faz bem ao espírito e ao coração

Nos enche de amor, de alegria

De prazer e de satisfação

5

Por isso homem não esqueça

De dar a ela a sua melhor porção

Amor, carinho, felicidade

Paz, tranqüilidade e atenção

Amando-a de verdade

Com todo seu coração

6

Para encerrar

quero lembrar

Um ditado que diz assim,

A mulher faz duas coisas bem feitas

É Falta quando está longe

E Raiva quando está perto

7

Mas eu digo que não é assim

Que o ditado diz,

Ele está errado

Porque eu só conheço

Um homem feliz

Se tiver uma mulher do seu lado

8 de março de 2018 às 05:34h

15 Erros Fatais na Hora de Alugar um Imóvel

Lançada cartilha de orientação sobre aluguel numa parceria Creci – MPF

Ocorreu na tarde de hoje(07/03), o Lançamento da Cartilha os 15 Erros Fatais na Hora de Alugar um Imóvel, que tem como objetivo mostrar a corretores e clientes as falhas que geralmente acontecem na hora de alugar um imóvel.

Escrita pelo professor, advogado, corretor e corregedor do Creci – PE, Petrus Mendonça, a cartilha será distribuída gratuitamente a partir dessa semana e servirá como um guia para evitar prejuízos tanto para os corretores que respondem solidariamente pelos erros nos contratos como para os clientes que terão à disposição um material que vai ajudá-los a fazer um bom negócio. 

Como sempre digo negócio no mercado imobiliário só é bom quando é bom para três: cliente, corretor e construtor.

O evento lotou o auditório do conselho com centenas de Corretores de Imóveis e autoridades como, o Procurador do Ministério Publico Federal; Alfredo Falcão, o Procurador do Ministério Público Estadual; Maviael Silva, o Presidente do Creci Goiás; Oscar Hugo, o Autor da Cartilha; Petrus Mendonça, dentre outras.