15 de novembro de 2017 às 08:22h

Banda XV de Novembro de Gravatá completa 123 anos construindo a história da música no interior

Por Carlos Lippo – responsável pelo projeto Resgate Histórico de Gravatá

PARABÉNS A BANDA MUSICAL 15 DE NOVEMBRO QUE HOJE ESTÁ COMPLETANDO 123 ANOS DE SUA FUNDAÇÃO.
Sociedade Musical 15 de Novembro de Gravatá, criada oficialmente em 15 de novembro de 1894, tem suas origens num pequeno conjunto musical(FANFARRA) que abrilhantava as festividades desta comunidade nos idos de 1857, data da elevação da Capela de Sant’Ana, Padroeira de Gravatá à categoria de Matriz.

Seu nome pomposo que conserva até hoje, não se sabe ao certo ser uma alusão ao dia de sua fundação ou uma alusão à Proclamação da República Brasileira. Sempre presente aos mais diversos eventos sócio-político-culturais do nosso município.

À frente da Sociedade Musical 15 de Novembro sempre existiu e existe uma diretoria atuante e mestres que se sucedem na transmissão da arte musical, unindo esforços para superar as adversidades naturais que o tempo oferece e para manter vivos os ideais de seus fundadores que são basicamente os seguintes: 1º) socializar crianças e jovens através de sua escolinha de música que funciona na própria sede com apoio de músicos desta sociedade; 2º) preparar músicos para a renovação do efetivo da Banda 15 de Novembro; 3º) apoiar os seus músicos que buscam conquistar o seu espaço noutras organizações musicais, principalmente das Forças Armadas, que é o sonho de realização de sua grande maioria.

Os que comandaram e comandam a BANDA MUSICAL 15 DE NOVEMBRO, souberam manter e mantêm sempre acesa a chama dos ideais dos seus fundadores na propagação da cultura musical, e, de forma particular, na função social. Ou seja, oportunizando às sucessivas gerações à formação integral de profissionais da música que se integram com louvor às diversas corporações musicais do país, e até no exterior.

É a partir desse trabalho incansável que a Sociedade Musical 15 de Novembro de Gravatá vai reverenciando os seus antepassados, no papel de dirigentes, como Manuel Firmino dos Santos, (um dos seus primeiros presidentes), entre outros. Assim também são reverenciados os seus mestres que imortalizam esta sociedade, a exemplo de Manuel Pereira da Silva, o saudoso Manuel Bombardino, que além de um legado de 50 anos de serviços desta sociedade de cultura musical, deixa seu filho Adelson Pereira da Silva para dar continuidade a sua obra.

PARABÉNS A TODOS QUE FAZEM
A SOCIEDADE MUSICAL 15 DE NOVEMBRO
DE GRAVATÁ PE!

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, multidão, sapatos e atividades ao ar livre

 

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.