12 de agosto de 2018 às 06:38h

A Língua do homem e o poder da palavra

No dia dos pais um poema para reflexão e mudança!

A Língua do Homem

Aquele que na palavra não tropeça
é poderoso e perfeito
pode refrear todo seu corpo
e se tornar um homem sem defeito

A língua é como um pequeno leme
que livra a nau de ventos tempestuosos
evita grandes tempestades
desvia de tornados impetuosos

Mesmo sendo um pequeno membro
contamina todo corpo no dia a dia
inventa mentiras e esconde a verdade
de grandes coisas se vangloria

Como um pequeno fogo
Uma grande floresta incendeia
inflama o curso da natureza
Tudo destrói, tudo enfeia

Como o freio na boca do cavalo
assim é a língua se for domada
refreia todo seu corpo
evita uma situação indesejada

O homem domina toda a natureza
Feras, aves, répteis e animais do mar
Árvores, ervas e toda planta que há
Mas a sua língua não consegue dominar

Não consegue sua língua controlar
É como se fosse uma cobra venenosa
Cheia de peçonha mortal
sempre irada, sempre raivosa

Com ela bendizemos a Deus
e amaldiçoamos o irmão
feito a imagem e semelhança do Pai
Como é duro o nosso coração

Como pode de uma mesma boca
proceder bênção e maldição
Como pode uma mesma língua
pregar humildade e ostentação

Pode a figueira produzir azeitona
Ou manga vir de uma jaqueira
Uma gata gerar um cachorro
Ou um figo frutificar de uma videira

Porventura de uma mesma fonte
pode emergir água salgada e saborosa
de um mesmo manancial
brotar água doce e amargosa?

Só existem dois tipos de palavras
a boa e a ruim
a que provoca um recomeço
a  que determina um fim

Uma que como um tiro
derruba, destrói e mata
Outra que como bálsamo
Cura, salva e não descarta

Por isso, peça a Deus sabedoria
Para tirar a inveja do seu coração
e da sua alma o sentimento faccioso
Evite obra perversa e perturbação
Semeie a paz, justiça e comunhão
não guarde rancor, libere sempre perdão

Por Tomaz de Aquino
baseado no livro de Tiago capítulo 3.

Comentários


Você pode reproduzir esta matéria, desde que seja citada a fonte.